NOTÍCIA ANTERIOR
Amistoso contra Holanda é teste de alto nível para a seleção
PRÓXIMA NOTÍCIA
Borges comemora estreia e é elogiado por Muricy
DATA DA PUBLICAÇÃO 05/06/2011 | Esportes
Mano fala em educar torcedor para a Copa depois de vaias
Se por um lado o técnico Mano Menezes gostou do desempenho do time contra a Holanda, o mesmo não pode se dizer de sua opinião em relação à torcida goiana, que vaiou o time e, principalmente o atacante Fred, que ouviu, das arquibancadas, o coro: 'Tira o Fred!'.

Mano dá folga para 4 titulares contra a Romênia
Brasil empata com Holanda em Goiânia e sai vaiado
Após empate, Júlio César pede paciência com a seleção
Thiago Silva fica feliz com vaias no final do jogo
Quase como um apelo, o treinador da seleção falou em "educação" ao torcedor:

"Nós precisamos educá-lo para a Copa de 2014, não com prepotência, mas sabendo que do lado de lá terão adversários qualificados e, nos momentos importantes, ele tem de nos apoiar e não passar para o outro lado. Temos que estar todos unidos para tirarmos vantagem por sediar uma Copa do Mundo", disse o treinador.

"Provavelmente não será a última vez [que o time será vaiado]. Temos que saber quando a crítica é justa, e hoje não foi", completou o técnico.

Em relação ao desempenho de Fred, Mano depositou confiança no jogador:

"Não vou individualizar, mas nenhum jogador teve uma atuação que tenha me decepcionado. O Fred está retornando de um período inativo e, certamente, vai evoluir na questão de explosão. Quando a bola chegou em condições ele colocou um na cara. Ele também foi muito bem marcado", afirmou

Esquema tático

Contra os holandeses, o treinador escalou três atacantes: Neymar, Robinho e Fred. Elano, Ramires e Lucas Leiva ocuparam o meio de campo. O time, porém, passou em branco e saiu vaiado pela torcida brasileira.

"Saio do jogo contra a Holanda sabendo que é possível o Brasil continuar jogando taticamente assim. Em termos de posicionamento tático, eu sigo certo de que é possível continuar assim", afirmou.

Para Mano, que fez seu primeiro jogo no comando da seleção brasileira em território nacional, é preciso avaliar também a qualidade do adversário. A Holanda eliminou o Brasil na Copa do Mundo de 2010, nas quartas de final, e foi vice-campeã da competição.

"O adversário era acima da média. E não pode se desconsiderar quem você está enfrentando", disse. O treinador pediu mais adversários com a mesma força da Holanda.

"Precisa repetir jogos como esse, enfrentar adversários como esses, para amadurecer", completou.

Segundo dados do Datafolha, a seleção deu 16 chutes a gol, sendo 9 certos. Neymar se mostrou como o mais ativo. Tentou 11 dribles, acertou 6 e foi o jogador do país que mais recebeu faltas na partida (3).

Pelo lado holandês, Robben foi o mais caçado e levou cinco faltas. O time europeu, porém, teve dificuldades para finalizar e só chutou seis vezes (em uma delas Julio César fez bela defesa).

Com Lancepress

Por Folha Online - São Paulo
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Esportes
21/09/2018 | Tite convoca Pablo, Walace e Malcom para duelos contra Arábia Saudita e Argentina
20/09/2018 | Real Madrid atropela a Roma por 3 a 0 e inicia bem a luta pelo tetracampeonato
18/09/2018 | Jogador de vôlei que jogou em Santo André é encontrado morto na Espanha
As mais lidas de Esportes
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6193 dias no ar.