NOTÍCIA ANTERIOR
José Luiz Tejon estará no Meeting ABC de Gestão Empresarial 2012
PRÓXIMA NOTÍCIA
Diadema realiza feira com moeda social
DATA DA PUBLICAÇÃO 18/08/2012 | Economia
Lotéricas que fazem serviço bancário despertam polêmica
Lotéricas que fazem serviço bancário despertam polêmica Casas lotéricas oferecem serviços de agências bancárias, mas têm pouca segurança para clientes e funcionários. Foto: Rodrigo Pinto
Casas lotéricas oferecem serviços de agências bancárias, mas têm pouca segurança para clientes e funcionários. Foto: Rodrigo Pinto
Falta de segurança e salários baixos dos caixas são os principais problemas apontados

Os serviços bancários da Caixa Econômica Federal podem ser feitos em lotéricas em todo o País. O que para o banco é uma forma de levar o seu serviço a toda população, para o Seaac (sindicato que representa os trabalhadores de lotéricas na Região) representa um atendimento precário e uma forma de a Caixa economizar na construção de agências e afastar a população carente das agências. De acordo com a entidade, no ABCD há 151 lotéricas que fazem o trabalho de correspondente para a Caixa.

“Ela teria que dar o atendimento direto para a população carente, deveria abrir agências nos locais de maior aglomeração”, afirma Vagney Borges, presidente do sindicato. “É o serviço social que deveria ser a contrapartida pelo fato de explorar a atividade financeira [em relação ao lucro]”, afirma Borges.

Everaldo Coelho, superintendente regional da Caixa no ABCD, descarta qualquer objetivo de separação do serviço. “Não significa tirar a população do banco. Nosso objetivo é atender a pessoa em um lugar onde se sinta bem”, explica Coelho. Ainda para o executivo, o correspondente evita que o cliente precise se locomover a um local mais distante, até onde haja uma agência do banco.

“O espaço é pequeno, o sistema eletrônico que as lotéricas têm é totalmente precário”, afirma Borges. “É comum você passar em frente a uma lotérica e ver todos de braços cruzados, pois o sistema caiu.”
Para a Caixa, os correspondentes são apenas uma complementação. “É paralelo, não é uma coisa substituindo a outra”, ressalta o superintendente da Caixa.

Enquanto o sindicato da categoria defende o fim progressivo dos correspondentes, para que as lotéricas voltem apenas a fazer jogos e os bancos apenas as atividades financeiras, a Caixa lembra que há planos para novas unidades.

Há o projeto de inauguração de 32 novas agências até 2016 no ABCD, totalizando 80, conforme a Caixa. Neste ano estão previstas nove, sendo uma delas em Rio Grande da Serra, a primeira da cidade e a única com data de inauguração divulgada, que será em setembro.

Para Marco Antonio Frabetti, professor de Direito da Esags (Escola Superior de Administração e Gestão), há pontos bons e ruins na figura do correspondente bancário. “Para o consumidor é positivo, ele tem menos tempo de fila na lotérica. Mas do ponto de vista jurídico, é prejudicial para o empregado. As lotéricas contratam mão de obra barata.”

Casas de jogos têm pouca segurança

A Caixa não disponibiliza tanta segurança quanto existe em uma agência bancária, de acordo com Pauline Gerlin, gerente da lotérica instalada no Walmart São Bernardo. “A blindagem e toda a parte da segurança fica para o lotérico”. Para Pauline, o perigo fica mais para os funcionários. “O único problema com o cliente é quando sai da lotérica e é assaltado, igual nas agências”.

Ricardo Nogueira, que trabalha como caixa na lotérica da avenida Prestes Maia, em São Bernardo, conta que o estabelecimento foi assaltado em dezembro do ano passado e que o prejuízo foi de R$ 40 a R$ 50 mil. “Ficamos uma semana abalados psicologicamente. No banco, as pessoas passam por uma porta de proteção na entrada”, disse Nogueira.
Já Ricardo Oliveira, chefe de Nogueira, minimiza o risco de assalto. “O perigo vai sempre existir onde tem movimentação de dinheiro.”

De acordo com o superintende da Caixa, Everaldo Coelho, a instituição mantém conversas com o Sincoesp (Sindicato patronal das lotéricas no estado) sobre planos sigilosos para aumentar a segurança nas lotéricas. O sindicato ressalta que os estabelecimentos só recebem permissão para funcionar do Banco Central quando instalam alarme de monitoramento por câmera.

Para o pedreiro Euds Pereira de Souza, cliente na lotérica do Walmart, tanto no banco quanto na agência é perigoso. “Hoje a gente não está seguro em lugar nenhum.”

Caixas de lotéricas recebem menos que os de agências

Enquanto o piso salarial dos caixas bancários é de R$ 1.900, os dos lotéricos é de R$ 705. A diferença gera discussão. “O serviço do banco é similar ao de um caixa lotérico”, afirma o presidente do Seaac, Vagney Borges, que defende a equiparação dos salários. “O bancário fica focado só naquela atividade financeira, já o empregado da lotérica é também um vendedor”. Mesmo com a especialização dos caixas de bancos, para Borges, os das lotéricas ainda deveriam ganhar mais.

De acordo com o Sincoesp, as lotéricas ganham por boleto da Caixa recebido, por exemplo, R$ 0,37, valor considerado baixo e que não daria condições de aumento dos salários.

“O contrato não estipula reajuste para a comissão pelo serviço prestado”, reclama Alefe Messias, diretor do Sincoesp, que afirma que as relações entre a Caixa e as lotéricas são ruins.

Além de pagamento de contas, são feitos serviços como pagamento de benefícios sociais, como o Bolsa Família e o FGTS. Nos dois últimos sábados (04 e 11/08) cerca de 80% das lotéricas do País teriam deixado de fazer o serviço de pagamento de contas da Caixa como protesto por melhores comissões, de acordo com Messias.

Enquanto Eric Lopes, presidente do Sindicato dos Bancários do ABC, defende que os caixas de lotéricas mudem de categoria e se tornem bancários, o Seaac acredita que as lotéricas deveriam deixar o serviço de correspondência, se não podem dar aumento.
A Caixa afirma que o valor das comissões é conversado e definido por contrato e que cabe aos sindicatos relacionados discutir a remuneração dos trabalhadores lotéricos.

Por Arthur Gandini - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Economia
25/09/2018 | Operação mira sonegação de R$ 100 mi de grupos cervejeiros e cerca Proibida
25/09/2018 | Greve na Argentina cancela voos no Brasil nesta terça-feira
25/09/2018 | Demanda por GNV aumenta até 350% após alta na gasolina
As mais lidas de Economia
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6190 dias no ar.