NOTÍCIA ANTERIOR
Fluxo nas rodoviárias aumenta até 60%
PRÓXIMA NOTÍCIA
Primeiro bebê do ano nasce no Hospital da Mulher
DATA DA PUBLICAÇÃO 28/12/2015 | Setecidades
Lixo se espalha por 454 pontos
Lixo se espalha por 454 pontos Foto: André Henriques/DGABC
Foto: André Henriques/DGABC
Três cidades da região contabilizam, juntas, 454 pontos de descarte irregular de lixo. O problema, que pode ser ainda maior, visto que os demais municípios não monitoram as áreas, é antigo. Há 25 anos o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC foi criado para tentar solucioná-lo, no entanto, houve pouco avanço – e muito acúmulo de sujeira nas ruas – de lá para cá.

Para tentar mudar o panorama, a entidade, em ação conjunta com as prefeituras e empresas parceiras, pretende concluir em 2016 Plano Regional de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. Um dos principais objetivos é reduzir o lixo jogado indevidamente nas vias públicas.

Desde 2013, o Consórcio mantém o Programa Operação Obra Limpa, que visa reduzir a quantidade de resíduos provenientes de obras, reformas e demolições. Neste projeto, cada prefeitura cuida da gestão nos seus respectivos municípios. As empresas que desejam obter o selo de Obra Limpa devem se cadastrar no site do Consórcio Intermunicipal e receberão o certificado assim que as devidas auditorias forem realizadas.

Em Santo André, foram registrados 99 pontos de descarte irregular em 2015. Para o ano que vem, a meta é baixar este número para 60. Conforme o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), que realiza a coleta na cidade, o ponto mais crítico fica na Rua Júlio Pignatari, onde o recolhimento é feito pelo menos uma vez por semana. Nos outros locais onde o lixo é jogado de maneira irregular, a coleta é feita ao menos duas vezes por mês.

A autarquia destaca que houve aumento na fiscalização para coibir o descarte irregular, a qualificação das empresas de caçambas, por meio do Programa Operação Obra Limpa (realizado em parceria com o Consórcio), adequação das estações de coleta (aumento do número e ampliação do horário de funcionamento) e trabalho constante de educação ambiental junto às comunidades, em escolas ou eventos.

São Bernardo possui atualmente 170 pontos de descarte irregular. Segundo a Prefeitura, as principais iniciativas são a implantação de mais 19 ecopontos, além de aumento de ações fiscais e aulas de educação ambiental para os munícipes.

Diadema que é a cidade que mais possui pontos de descarte irregular – 185 – não informou quais são os principais projetos para combater este problema. As prefeituras de Mauá e Rio Grande da Serra não informaram quantos pontos irregulares existem nas cidades e nem as ações para prevenção. São Caetano também não contabiliza as áreas, no entanto, afirmou que adotará a implantação de ecopontos para reduzir o lixo que é despejado de maneira indevida.

Esquadrão do Meio Ambiente propõe solução em Ribeirão Pires

Na luta para amenizar os danos causados pelo descarte irregular, a Prefeitura de Ribeirão Pires criou o Esquadrão do Meio Ambiente, que tem como objetivo revitalizar os locais onde o lixo é jogado indevidamente e educar a população sobre a preservação da natureza e do espaço urbano.

Na Avenida Princesa Izabel, localizada no bairro Aliança, o descarte era feito por toda a extensão da via. No entanto, segundo a administração municipal após as ações do projeto, os moradores do local foram conscientizados e o descarte de resíduos foi reduzido drasticamente.

Entre as principais atividades estão a limpeza e manutenção de praças e parques, intervenções paisagísticas, educação ambiental, realizações de mutirões e incentivos para voluntariado. A iniciativa vai além dos espaços públicos. Também há apelos para que a população mantenha seus jardins e áreas abertas em bom estado de conservação.

Apesar do projeto, a cidade não informou o número de pontos de descarte irregular existentes.

Por Nelson Donato - Especial para o Diário
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6194 dias no ar.