NOTÍCIA ANTERIOR
GM anuncia R$ 1,4 bilhão para expansão da unidade de Gravataí
PRÓXIMA NOTÍCIA
Deficientes têm descontos e isenções de impostos
DATA DA PUBLICAÇÃO 07/08/2017 | Veículos
LISTA: veja os 10 carros mais baratos do Brasil em agosto
LISTA: veja os 10 carros mais baratos do Brasil em agosto Chevrolet Onix Joy 2017 (Foto: Divulgação)
Chevrolet Onix Joy 2017 (Foto: Divulgação)
Ranking dos modelos mais baratos supera a barreira dos R$ 40 mil. Volkswagen Gol fica mais caro e deixa a lista.

Desde maio, a lista de carros mais baratos do Brasil sofreu mudanças consideráveis. Além do Chery QQ, há um novo veículo que custa menos de R$ 30 mil, o Renault Kwid.

Também houve saídas. O antigo campeão de vendas, Volkswagen Gol, perdeu versões, não possui mais carroceria de 2 portas, e ficou caro demais para figurar entre os 10 mais baratos.

Já os chineses Jac J2 e J3 não são mais vendidos no Brasil, e por isso abandonaram a relação feita pelo G1. Além do Kwid, o Chevrolet Onix Joy passa a integrar a relação, exatamente na 10ª posição.

Veja os carros zero mais baratos à venda no mercado brasileiro:

Chery QQ Smile: R$ 25.990

Motor: 3 cilindros, 1.0, 75 cv
Principais itens de série: vidros elétricos, rádio com entrada USB e computador de bordo

Dificilmente alguém conseguirá tirar o posto do Chery feito em Jacareí (SP). Na linha 2018, o motor 1.0 de 3 cilindros passou a beber etanol. A potência saltou de 69 cavalos para 75 cv. Outra novidade é a chegada de uma nova versão de entrada, Smile.

Ela é vendida por R$ 25.990, que faz do QQ, com sobras, o carro mais barato do país. Mas há uma série de concessões na comparação com a versão Look, de R$ 31.290.

Na Smile, não há ar-condicionado, direção hidráulica, limpador do vidro traseiro e travas elétricas. Até o número de cores disponíveis é reduzido: o QQ Smile só sai de fábrica em branco, preto e vermelho.

Renault Kwid Life: R$ 29.990

Motor: 3 cilindros, 1.0, 70 cv
Principais itens de série: airbags laterais, fixação Isofix, desembaçador traseiro

A versão mais básica do Kwid é "espartana". Não oferece sequer, assistência na direção, vidros ou travas elétricos. As rodas possuem apenas 3 parafusos de fixação e a trava das portas trouxe de volta o anacrônico pino.

Seu motor também é uma versão mais simples do 1.0 do Sandero. Com ele, desenvolve 70 cv. Mas, por conta de seu baixo peso, promete desempenho compatível.

Para ter itens como ar-condicionado e direção elétrica, o cliente terá que escolher a versão intermediária, Zen. Ela sai por R$ 34.990 - valor que ainda manteria o Kwid entre os 10 mais baratos.

Fiat Mobi Easy: R$ 34.210

Motor: 4 cilindros, 1.0, 75/73 cv
Principais itens de série: calotas, "brake light", apoios de cabeça traseiros, banco traseiro bipartido e tampa do porta-malas de vidro

Nesta configuração de entrada do Mobi, o motor é o velho 1.0 Fire. O novo 1.0 de 3 cilindros, Firefly, só é oferecido atualmente na intermediária Drive.

Além disso, essa opção mais barata do hatch sofre com a curta lista de itens de série: não tem ar-condicionado ou direção hidráulica nem como itens opcionais. Para isso, o consumidor deve migrar para a opção Like, que bate nos R$ 40 mil.

Lifan 530: R$ 37.990

Motor: 4 cilindros, 1.5, 103 cv
Principais itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos, sensor de ré, fixação Isofix e rádio.

O sedã chinês é bem equipado mesmo nesta versão, que é a básica. O motor de 103 cv é apenas suficiente, e não empolga. Suspensão macia demais e acabamento ruim jogam contra.

Fora isso, o visual moderno agrada. É o veículo mais espaçoso da lista. Desde que foi lançado, em outubro de 2014, ficou R$ 1 mil mais barato.

Volkswagen Take Up!: R$ 37.990

Motor: 3 cilindros, 1.0, 82/75 cv
Principais itens de série: calotas, banco do motorista com regulagem de altura, chave tipo canivete, limpador e desembaçador traseiro, apoios de cabeça traseiros, suporte para celular e fixação Isofix.

Com o reajuste dos preços do Gol, o Up! voltou a ser o veículo mais barato da Volkswagen. Pelo menos na versão de entrada, Take. Ainda assim é muito para um modelo que não traz ar-condicionado, direção elétrica, vidros e travas elétricas.

A seu favor, o Up! tem um projeto moderno e figura entre melhores consumos de combustível do país. Ele também passou por uma remodelação visual há poucos meses.

Chery Celer Hatch: R$ 38.990

Motor: 4 cilindros, 1.5, 113 cv
Principais itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos, sensor de ré e rádio.

O hatch compacto aposta em motor acima de 1.0, espaço interno e lista de equipamentos completa para agradar. De quebra, custa mais de R$ 10 mil a menos do que os concorrentes diretos, como Chevrolet Onix 1.4 e Hyundai HB20 1.6.

Mesmo com a evolução do modelo nacional em relação ao chinês, ainda deve um pouco em refinamento, fato atenuado pelo bom preço de compra.

Chery Celer Sedan: R$ 39.990

Motor: 4 cilindros, 1.5, 113 cv
Principais itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos, sensor de ré e rádio.

A derivação sedã do Celer traz os mesmos predicados do hatch: bom espaço interno, nível de equipamentos acima da média para o preço e motor maior que 1.5. Ainda assim, é mais barato do que sedãs compactos com motor 1.0.

Nissan March 1.0 Conforto: R$ 39.990

Motor: 3 cilindros, 1.0, 77 cv
Principais itens de série: ar-condicionado e direção elétrica.

Empatada com o Chery Celer Sedan, a versão de entrada do March fica pouco abaixo dos R$ 40 mil. Na comparação com o chinês, perde em itens de série e no desempenho, já que tem motor 1.0.

Mas tem grande vantagem na desvalorização menor e no consumo de combustível mais baixo. Esta versão traz calotas e acabamento na cor preta nas maçanetas e nos retrovisores.

Kia Picanto: R$ 40.990

Motor: 3 cilindros, 1.0, 80 cv
Principais itens de série: ar-condicionado, direção elétrica, vidros e travas elétricos, banco traseiro bipartido, rádio com Bluetooth, volante multifuncional e Isofix.

O Kia Picanto novamente aparece entre os mais baratos do Brasil. O modelo, importado da Coreia do Sul, é bem completo, e traz um bom motor 1.0 de três cilindros.

Ele só não é uma boa compra para os que desejam amplo espaço interno e capacidade no porta-malas. Mas isso é comum a praticamente todos os subcompactos. Vale ficar de olho, pois ele passará por mudanças profundas no começo de 2018.

Chevrolet Onix Joy: R$ 41.690

Motor: 4 cilindros, 1.0, 80 cv
Principais itens de série: ar-condicionado, direção elétrica, vidros e travas elétricos.

O veículo mais vendido do país figura pela primeira vez na lista. Mas, para ser mais em conta, ele aparece com visual pré-reestilização de 2016.

O motor é 1.0. No entanto, traz os itens considerados básicos, como ar-condicionado, direção elétrica, vidros e travas elétricos.

Na comparação com o Onix reestilizado, tem acabamento mais simples e não oferece a central multimídia MyLink.

Por G1
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Veículos
19/09/2018 | Volkswagen faz recall de uma unidade do Tiguan Allspace
19/09/2018 | Detran.SP leiloa 287 veículos na Grande São Paulo
18/09/2018 | Prefeitura de SP lança site para divulgar dados sobre acidentes de trânsito
As mais lidas de Veículos
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6236 dias no ar.