NOTÍCIA ANTERIOR
Renault trará importados em fevereiro
PRÓXIMA NOTÍCIA
Fiat ensina condução segura
DATA DA PUBLICAÇÃO 16/11/2007 | Veículos
Kit pré-moldado barateia blindagem
A blindagem chegou ao Brasil no início da década de 1990, época em que o serviço era elitizado e destinado a um público de alto poder aquisitivo.

O valor do serviço varia de acordo com o nível (I, IIA, II, IIIA, III, IV, V e VI, cada um com um número de camadas de proteção) e tamanho do carro, além do tipo do material utilizado.

Além da maior facilidade no crédito, o desenvolvimento de novos métodos para o processo da blindagem incentiva o barateamento do serviço. A HPC, por exemplo, oferece blindagem no nível IIA (protege contra calibre 38 e pistola 9mm) a partir de R$ 28 mil.

A HPC utiliza kits pré-moldados, que oferecem como principal vantagem a redução no tempo do serviço de 30 para 15 dias, em média. O modelo com maior volume de blindagem pela empresa é o Hyundai Tucson, pelo seu custo-benefício.

“A blindagem está cada vez mais acessível. Anteriormente, eram só importados que recebiam a proteção. Hoje, a maioria é de nacionais”, avalia Christian Conde, presidente da Abrablin (Associação Brasileira de Blindagem).


Blindadoras devem ter registro no Exército


A Inbra Blindados também utiliza a tecnologia de pré-moldagem da aramida (tecido de alta resistência) com o formato da parte da carroceria onde será aplicada.

Além da diminuição do tempo, o kit pré-moldado provoca um nível mais baixo de ruído dentro da cabine, uma vez que o equipamento serve como isolante acústico. “A diminuição de peso é mínima, pois varia de acordo com a quantidade do material usado, que pode ser aço ou aramida”, explica Conde.

Apesar da popularização da blindagem, é preciso ter cautela antes de encomendar o serviço. Além da empresa, o material utilizado também deve ter registro no Exército, órgão fiscalizador no Brasil, e ser descrito em um termo de responsabilidade assinado por um engenheiro, assim como o nível da blindagem.

Conde recomenda que o cliente faça um orçamento em ao menos três blindadoras para decidir por qual empresa optar. É importante visitá-la, para conhecer sua infra-estrutura e experiência no mercado.

Por Anelisa Lopes - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Veículos
19/09/2018 | Volkswagen faz recall de uma unidade do Tiguan Allspace
19/09/2018 | Detran.SP leiloa 287 veículos na Grande São Paulo
18/09/2018 | Prefeitura de SP lança site para divulgar dados sobre acidentes de trânsito
As mais lidas de Veículos
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6197 dias no ar.