NOTÍCIA ANTERIOR
Medo de tragédia tira o Azulão de casa
PRÓXIMA NOTÍCIA
Palmeiras deve anunciar contratação de Luxemburgo
DATA DA PUBLICAÇÃO 17/12/2007 | Esportes
Kaká brilha de novo e é eleito o melhor jogador do Mundial de Clubes
O meia-atacante Kaká, do Milan (ITA), teve mais um dia de glória neste domingo. Além de conquistar com sua equipe o Mundial de Clubes da Fifa ao venceu o Boca Juniors (ARG) no Japão por 4 a 2, ele foi eleito o melhor jogador da competição internacional.

No confronto, o brasileiro marcou um gol e participou diretamente de outros dois, conquistando assim também o prêmio de melhor em campo na decisão do torneio.

Neste ano, Kaká certamente pode ser considerado o Rei do futebol mundial. Além de ser o grande ‘maestro’ do Milan nas conquistas da Copa do Campeões da Europa e do Mundial de Clubes, ele ganhou a ‘bola do ouro’ da revista francesa ‘France Football’ como o melhor jogador do ano e nesta segunda deve ser eleito pela Fifa como o melhor do mundo nesta temporada.

Dinheiro – Após a conquista, Kaká recebeu 21 milhões de ienes (128 mil euros) de uma empresa de automóveis, um dos patrocinadores do torneio. Ele decidiu oferecer o prêmio à ‘Fondazione Milan’ e a um de seus projetos, no Holy Family Hospital, em Nazaré, Israel. A ‘Fondazione Milan’, criada pelo clube em fevereiro de 2003, busca realizar projetos de ajuda em lugares desfavorecidos.

Seu companheiro holandês do Milan, Clarence Seedorf, ficou com a Bola de Prata do Mundial de Clubes. Já a de bronze foi para o argentino Rodrigo Palacio, do Boca Juniors.

“O Boca é uma grande equipe e o primeiro tempo foi muito equilibrado. Felizmente para nós, usamos de todo nosso potencial no segundo tempo. Estamos muito contentes por oferecer aos nossos torcedores uma grande atuação e o troféu”, declarou o craque brasileiro.

Kaká ainda expressou toda sua alegria por conseguir um dos poucos títulos importantes que faltava em sua carreira. “Estou muito satisfeito. Estava faltando esse título. Quero agradecer a Deus por ter ganhado um título muito difícil de conseguir”.

O craque tem em sua carreira todos os títulos possíveis na Europa. Ele já ganhou o Campeonato Italiano, a Copa dos Campeões da Europa e o Mundial de Clubes. Pela Seleção Brasileira, conquistou a Copa do Mundo de 2002, na Coréia e no Japão, e a Copa das Confederações de 2005.

Histórico - Reserva na Seleção do Brasil pentacampeã mundial em 2002, Kaká chegou ao Milan em 2003 em procedente do São Paulo. Ele conquistou seu primeiro Campeonato Italiano em sua primeira temporada, se firmando pouco a pouco como titular com o Brasil.

Ele foi um dos integrantes do ‘quadrado mágico’ da Seleção Brasileira (com Ronaldo, Adriano e Ronaldinho) derrotada pela França por 1 a 0 e eliminada nas quartas-de-final da Copa do Mundo de 2006 na Alemanha.

Nascido em Brasília numa família abastada (pai engenheiro e mãe professora), Kaká se diferencia dos demais jogadores por seu talento, sua técnica sem falhas e suas fulgurantes arrancadas com a bola no pé, mas também por seu comportamento fora de campo: ele é evangélico e foge da vida noturna que tanto prezam seus compatriotas Ronaldo, Ronaldinho e Adriano.

Kaká, que expressou recentemente o desejo de ser pastor quando se aposentar, afirma querer viver segundo os preceitos da Bíblia.

Por Diário Online
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Esportes
21/09/2018 | Tite convoca Pablo, Walace e Malcom para duelos contra Arábia Saudita e Argentina
20/09/2018 | Real Madrid atropela a Roma por 3 a 0 e inicia bem a luta pelo tetracampeonato
18/09/2018 | Jogador de vôlei que jogou em Santo André é encontrado morto na Espanha
As mais lidas de Esportes
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6193 dias no ar.