NOTÍCIA ANTERIOR
Três cidades do Grande ABC ficam com as torneiras secas
PRÓXIMA NOTÍCIA
Papai e Mamãe Noel visitam Correios em Santo André
DATA DA PUBLICAÇÃO 19/11/2015 | Setecidades
Justiça suspende reintegração de posse em escola de Diadema
 Justiça suspende reintegração de posse em escola de Diadema Foto: Denis Maciel/DGABC
Foto: Denis Maciel/DGABC
A Justiça suspendeu, pela segunda vez, reintegração de posse prevista para ontem na EE Diadema, ocupada por estudantes desde o dia 9 como forma de protestar contra a reorganização imposta pela Secretaria Estadual da Educação. Em sua decisão, o juiz André Mattos Soares, da Vara da Fazenda Pública da cidade, considerou prudente aguardar resultado de audiência conciliatória agendada para hoje, às 14h, na Capital.

Embora os estudantes tivessem acordado, em reunião na terça-feira, que desocupariam a escola até as 14h de ontem mediante a entrega de pauta de reivindicações, os jovens voltaram atrás por considerarem mínimas as chances de terem seu pedido de manutenção do Ensino Médio na instituição de ensino, programado para acabar a partir de 2018, atendido. “Conversamos e avaliamos que tinha 90% de chance de não reavaliarem nosso caso”, considera a aluna Luana Maciel, 17 anos.

Para os discentes, a decisão foi recebida como “pequena vitória”. “É uma sensação boa, mas temos medo de que a gente permaneça ocupando, mas não seja atendido mesmo assim”, ressalta Luana.

A presidente da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), Maria Izabel Noronha, espera que a audiência de hoje entre o sindicato e o Estado possa ter decisão unificada a respeito da reorganização e, consequentemente, das ocupações (pelo menos 60, conforme a entidade). “Estamos com expectativa positiva de que essa audiência amplie o debate e, quem sabe, garanta a revisão da reorganização.”

A dirigente regional de ensino de Diadema, Liane Oliveira Bayer, destaca ter recebido com tranquilidade a decisão da Justiça. “Temos a expectativa de que a situação não se prolongue. Neste momento estamos preocupados em organizar a reposição das aulas para garantir que tenhamos 200 dias letivos até 23 de dezembro”, destaca.

Na região, subiu para 13 o número de unidades de ensino ocupadas pelos alunos. Ontem, estudantes tomaram a EE Homero Silva, em Diadema, ampliando para quatro a quantidade de escolas da cidade sob posse dos jovens. Em São Bernardo, alunos ocuparam no período da tarde a EE Tito Lima, prevista para ser disponibilizada no próximo ano.

Já em Santo André, seguem sendo seis ocupações. Em duas escolas (EE Oscavo Paulo e EE Senador João Galeão Carvalhal) houve corte de água e de energia.

Estudantes também ocupam uma unidade escolar em Mauá e uma em Ribeirão Pires.

Alunos planejam revitalizar unidade de Santo André a partir de hoje

Ocupada por alunos desde a terça-feira, a EE Senador João Galeão Carvalhal, na Vila Bastos, em Santo André, começará a ser revitalizada hoje. A proposta dos cerca de 150 estudantes envolvidos na ação em forma de protesto é realizar desde poda do jardim até pintura da fachada.

Para amanhã, Dia Nacional da Consciência Negra, os estudantes programam sarau.

Com fornecimento de água interrompido, pais, professores e simpatizantes do movimento providenciam alimentos e água potável.

A situação também ocorre na EE Dr. Américo Brasiliense e na EE Augusto de Azevedo Antunes, ocupadas desde terça-feira.

Por Natália Fernandjes - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6192 dias no ar.