NOTÍCIA ANTERIOR
Mortes no trânsito caem 20% em 10 anos
PRÓXIMA NOTÍCIA
São Bernardo tem feira noturna de adoção de animais
DATA DA PUBLICAÇÃO 05/08/2014 | Setecidades
Italianos lembram origens em festa
Em clima familiar e noite de inverno com temperatura amena de 21ºC, passaram ontem pela Festa Italiana de São Caetano cerca de 10 mil pessoas.

O evento, realizado na Praça Comendador Ermelino Matarazzo, no bairro Fundação, é opção de lazer e gastronomia típica inclusive para quem nasceu na Terra da Bota. É o caso do aposentado Antonio Oropallo, 73 anos, morador da Vila Prudente, na Capital. Natural de Moiano, região da província de Benevento, ele conta que aprecia o espírito alegre do festejo, além das músicas e do espaguete ao sugo. “Mesmo não morando por aqui, me sinto familiarizado. É uma oportunidade de reviver as origens”, afirma. Sua mulher, a professora de filosofia Maria Cristina, 60, aproveitou a ocasião para tirar dúvida sobre cidadania para os filhos.

É a primeira vez que a empresa do município GHF Consult – com serviços de vistos, buscas de documentos no exterior e outros – participa da festa. “Somos patrocinadores e temos a oportunidade de montar espaço para esclarecer dúvidas”, ressalta a empresária Juliana Amoroso. O serviço mais procurado é o da cidadania.

Outro item que faz sucesso é o frango com polenta, carro-chefe da barraca da Sociedade Amigos do Bairro Fundação. “É uma comida caseira feita com amor”, diz a coordenadora do local, Lucia Borges de Carvalho. Descendente do país europeu, a auxiliar de educação infantil e voluntária mais antiga do grupo, Terezinha Premazzi Benavente, 76, empresta os dotes culinários e repassa os conhecimentos para as mais novas, inclusive sobre o modo de fazer a salada de radicci com pancetta.

Uma das primeiras barracas da festa foi a do Círculo Italiano de São Caetano, que existe há 22 anos. Hoje, as opções são macarrão, nhoque e vinho. “O segredo é o cozimento do molho por cinco horas, além de todos os ingredientes serem frescos”, salienta o presidente da entidade, Alexandre Funaki.

Há quem compareça ao evento para assistir as apresentações musicais. A analista de Recursos Humanos Silvana Aparecida Sanches Todisco, 34, é neta de italianos e gosta de tarantela. Ela estava na plateia da Banda Bella São Caetano, uma das atrações de ontem.

Aos interessados e adeptos da cultura, a festa continua nos dias 9, 10, 16, 17, 23 e 24, com acesso gratuito e programação de shows.

Por Natália Regazzo - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2021 - Desde 2003 à 6805 dias no ar.