NOTÍCIA ANTERIOR
Mauá cobra taxa de luz de imóveis onde não há iluminação pública
PRÓXIMA NOTÍCIA
Manutenção em rede deixa moradores sem abastecimento de água em Mauá
DATA DA PUBLICAÇÃO 16/03/2017 | Cidade
Integração entre trens e ônibus de Mauá permanece suspensa
Integração entre trens e ônibus de Mauá permanece suspensa Foto: Celso Luiz/DGABC
Foto: Celso Luiz/DGABC
Suspensa desde 9 de março do ano passado por falta de pagamento, a integração entre o transporte coletivo de Mauá e a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) permanece sem previsão para possível retorno do benefício aos usuários.

Embora o Paço mauaense já tenha regularizado no fim do ano passado seus débitos junto à companhia estadual, na ordem de R$ 1,054 milhão, e ter o nome excluído do Cadin (Cadastro Informativo de créditos não quitados do setor público federal), burocracia relacionada ao encerramento do Termo de Compromisso e Responsabilidade anterior tem comprometido negociações de novo acordo entre município e Estado.

Assinado por representantes da companhia estadual, Prefeitura de Mauá e a PK9 Tecnologia e Serviços Ltda, empresa responsável à época pelo sistema de bilhetagem, o documento anterior, embora esteja suspenso, permanece parado na Prefeitura de Mauá no aguardo de assinaturas para formalizar seu término. Segundo a CPTM, sem o encerramento deste termo não é possível assinar um novo convênio com a companhia para a retomada da integração.

A expectativa inicial era a de que o documento estivesse formalmente encerrado desde o fim do ano passado. No entanto, a PK9 ainda não se dispôs a assinar o termo.

Na prática, como a empresa prestava serviço para a Prefeitura de Mauá, cabe à administração dialogar com representantes da PK9 a assinatura do documento. No entanto, segundo a CPTM, desde o ano passado ambos os lados seguem sem posicionamento oficial sobre o tema.

Procurados pelo Diário para comentar o assunto, tanto o Paço mauaense como representantes da PK9 não retornaram até o fechamento desta edição.

INTEGRAÇÃO
Lançada em setembro de 2014, a integração dos dois sistemas era feita por meio do bilhete eletrônico SIM (Sistema Integrado Mauá). A partir do benefício, o usuário que fizesse baldeação na estação ferroviária do Centro de Mauá teria desconto de R$ 0,50 por viagem. A estimativa da Prefeitura era a de que o serviço aumentasse em até 30% o fluxo de passageiros. No entanto, com a interrupção do benefício, a projeção do Paço não se concretizou.

Com custo estimado de R$ 8,30 (por viagem) para utilizar os dois serviços, muitos usuários têm recorrido ao sistema de transporte intermunicipal com o objetivo de reduzir custo. “Moro na Vila Mercedes e prefiro utilizar o Eaosa, que pago R$ 6, a pegar duas conduções e pagar mais caro. Hoje R$ 2 fazem diferença não apenas para mim como para o meu patrão”, relata a doméstica Paula Ramos, 47 anos.

Na Estação Mauá da CPTM, embora catracas destinadas à integração permaneçam na área de embarque, faixas expostas na parada alertam sobre a suspensão do serviço. “É um absurdo eles terem tirado algo que era vantagem para nós, usuários”, critica o ajudante geral João Batista de Nunes, 54.

Antes mesmo da suspensão do benefício, a integração do transporte municipal de Mauá e a CPTM já era alvo de críticas por parte de usuários. Isso porque a ideia inicial era a de que o serviço fosse estendido para as outras duas estações ferroviárias da cidade (Capuava e Guapituba). Entretanto, a administração não cumpriu a promessa.

Por Daniel Macário - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
As mais lidas de Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
As mais lidas no Geral
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6241 dias no ar.