NOTÍCIA ANTERIOR
Treinar a empatia, compaixão e altruísmo são a chave da felicidade
PRÓXIMA NOTÍCIA
Professores começam a ser vacinados contra gripe nesta segunda-feira (8)
DATA DA PUBLICAÇÃO 05/05/2017 | Saúde e Ciência
Grande ABC imunizou 183.403 pessoas
Grande ABC imunizou 183.403 pessoas Foto: Midiamax
Foto: Midiamax
A vacinação contra a gripe imunizou 183.403 pessoas no Grande ABC em campanha iniciada em 17 de abril. As sete cidades finalizam a quarta etapa da ação, com a aplicação de doses nos doentes crônicos. Os professores integram o último grupo a participar, a partir da próxima semana. A meta é vacinar 90% de cada faixa de risco.

A cidade que imunizou mais pessoas foi São Bernardo, com 62.553 doses aplicadas. Os trabalhadores da Saúde são os que chegam mais próximos da meta, com cobertura de 57,51%, o que representa 12.097 vacinas, seguidos pelos idosos, com 50,73% de cobertura e 40.015 imunizações. “Está dentro do esperado. Caso a gente precise, porque uma UBS (Unidade Básica de Saúde) está atendendo mais, a gente desloca (vacinas) de outra unidade”, afirmou o secretário de Saúde, Geraldo Reple.

Santo André imunizou 47.530 pessoas. São Caetano informou que foram aplicadas 14.748 doses, o que representa 33,1% da cobertura total. Diadema já aplicou 17.763 vacinas até o momento.
Mauá imunizou 31 mil pessoas e a meta é chegar a 73.775. Ribeirão Pires vacinou 8.220 munícipes e pretende atingir 32.266. Rio Grande da Serra aplicou 1.589 doses da vacina e tem meta de 7.922 indivíduos vacinados.

Nas unidades de Saúde, o cenário é diferente do observado em 2016, quando havia filas. “Este ano está bem melhor. Demorou 20 minutos e só tinha cinco pessoas na minha frente”, elogiou a aposentada Vera Márcia Garcia, 63 anos. Ela foi imunizada na UBS (Unidade Básica de Saúde) Baeta Neves, na terça-feira, em São Bernardo. No mesmo dia foi observada movimentação tranquila em Diadema e Santo André.

A campanha também é destinada aos idosos, gestantes, puérperas, trabalhadores da Saúde e crianças entre 6 meses e 5 anos. O dia ‘D’ de mobilização nacional será em 13 de maio, quando todas as unidades ficam abertas.

H1N1
Apenas Santo André, entre as sete cidades, teve registros de H1N1 neste ano. Conforme a Prefeitura, foram três casos confirmados e já curados.

Por Yara Ferraz - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Saúde e Ciência
20/09/2018 | Campanha contra sarampo e poliomielite segue na região
19/09/2018 | É melhor dormir com ou sem meias?
19/09/2018 | Forma de andar mostra os vícios de postura
As mais lidas de Saúde e Ciência
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6194 dias no ar.