NOTÍCIA ANTERIOR
Brasileiros no Musical.ly criam mais conteúdo do que consomem e país já é 2º maior no app
PRÓXIMA NOTÍCIA
Doria pede para que Google ''borre'' sua casa no Google Street View
DATA DA PUBLICAÇÃO 30/08/2017 | Tecnologia
Google lança marca de certificação para dispositivos Android
O Google está expandindo o programa e a marca "Google Play Protect", que analisa os aplicativos instalados no celular em busca de vírus, para certificar celulares e tablets que incluem o sistema operacional Android. A iniciativa, cuja página oficial ainda não está disponível em português (veja aqui), deve permitir que consumidores identifiquem aparelhos certificados "na hora de comprar o aparelho", embora o Google não tenha especificado como.

Segundo o Google, a certificação sinaliza que o aparelho é vendido "sem malware (vírus) pré-instalados" e que o telefone ou tablet deve incluir o "Google Play Protect, uma suíte de recursos de segurança, incluindo verificação por vírus, e o Encontre meu dispositivo". Este último é um recurso do Google para localizar um aparelho perdido ou roubado.

Diversos fabricantes pouco conhecidos, especialmente da China, têm vendido aparelhos Android com programas indesejados de fábrica. Alguns deles chegam a roubar dados dos consumidores. Nesses aparelhos, os serviços do Google, incluindo o Google Play, são muitas vezes instalados sem a autorização explícita do Google.

O Google já publicou uma lista de fabricantes autorizados. A lista inclui ao menos cinco marcas brasileiras. Também já é possível verificar se o aparelho é certificado no Google Play. Acessando "Configurações", é preciso rolar a tela até o fim da lista, onde o item "Certificação do dispositivo" está visível.

Android 8 mudará instalação de aplicativos
O Google também detalhou mudanças que chegarão com a nova versão do Android, a 8.0 "Oreo". Além de incluir o Play Protect, o Android 8 removerá a opção para instalar aplicativos fora do Google Play. A instalação de aplicativos de outras fontes ainda será possível, mas por outro mecanismo.

Segundo o Google, donos de celulares que tinham essa opção ativada ficavam vulneráveis a ataques em que aplicativos inicialmente inofensivos baixavam outros aplicativos indesejados ou maliciosos.

Por isso, o Android 8 exigirá que os aplicativos solicitem uma permissão específica antes de baixar ou instalar outros aplicativos. Cada app precisará ser autorizado individualmente. Com isso, o Google espera reduzir o número de pessoas que são enganadas e acabam instalando aplicativos de fontes suspeitas.

Outra mudança é que o Android 8 terá proteções para impedir que aplicativos maliciosos realizem fraudes com sobreposição de tela. Segundo o Google, o programa de certificação Play Protect também garante que os celulares seguem corretamente o modelo de permissões de segurança do Android.

Por Altieres Rohr - G1
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Tecnologia
21/09/2018 | Brasileiro fica quase 3 horas por dia assistindo a vídeos online; aumento foi de 135% em 4 anos
19/09/2018 | Sony anuncia PlayStation Classic, versão mini do PS1 com 20 jogos na memória
18/09/2018 | A curiosa razão por que o relógio sempre marca 9:41 nos anúncios da Apple
As mais lidas de Tecnologia
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6287 dias no ar.