NOTÍCIA ANTERIOR
Em 21 dias, 4 milhões de contribuintes entregam declaração do IR
PRÓXIMA NOTÍCIA
Movimento do comércio cresce 0,3% em fevereiro, diz Boa Vista SCPC
DATA DA PUBLICAÇÃO 22/03/2016 | Economia
Gastos no almoço de Páscoa devem cair 20%
Gastos no almoço de Páscoa devem cair 20% Foto:  Ricardo Trida/DGABC
Foto: Ricardo Trida/DGABC
Os restaurantes da região esperam redução de até 20% no valor gasto pelos consumidores no almoço de Páscoa na comparação com a data festiva do ano passado. Por outro lado, os estabelecimentos estimam que o número de frequentadores no próximo domingo tenha elevação de aproximadamente 5% a 10% ante 2015.

O presidente do Sehal (Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação do Grande ABC), Roberto Moreira, afirma que, nos últimos anos, a tradição do almoço de Páscoa vem mudando. “Antes, o pessoal se reunia em casa. Agora, está optando pela confraternização no restaurante, principalmente por conta da praticidade”, comenta.

Mesmo diante da crise econômica, Moreira avalia que a clientela deverá aumentar em relação à do ano passado. “As famílias gastam menos, mas não deixam de seguir a tradição”, acrescenta. Diante da elevação na demanda, o presidente da entidade salienta que alguns restaurantes que não funcionavam na Páscoa passaram a abrir nessa data.

O empresário Nilo Fernandes de Souza, proprietário do Vereda do Bacalhau, de Santo André, atribui a diminuição na projeção de gastos à insegurança enfrentada pelo consumidor. “Quem está trabalhando não sabe se continuará empregado no mês que vem, então evita de gastar muito.” Mesmo assim, ele compartilha a opinião de Moreira, de que não deve haver queda no número de frequentadores. “Acontece a mesma coisa com os ovos de Páscoa. O pessoal escolhe os mais baratos, mas não deixa de comprar.” O restaurante, especializado em bacalhau, conta com pelo menos nove opções do peixe (a exemplo do Gomes de Sá e Natas) e pratos para uma a quatro pessoas. É preciso fazer reserva.

O sócio-proprietário do Outback do Shopping ABC, Carlos Cortez, espera crescimento de 15% no movimento entre a Sexta-Feira Santa e o domingo. O restaurante não fará menu especial, mas seu cardápio possui alternativas para quem quiser evitar a carne vermelha. Entre elas está o South American Salmon (salmão com legumes) e o Grilled Fish & Shrimp Scampi (tilápia temperada, grelhada e coberta com camarões). Até amanhã, a casa conta com promoção na qual o cliente pode levar para casa o ovo de Páscoa Choco Brownie From Down Under, inspirado em uma das sobremesas do Outback. Para ganhar o brinde, o consumidor precisa pedir o doce e encontrar colher exclusiva dourada dentro de embalagem lacrada que irá acompanhar o pedido. Não é necessário reserva.

O Baby Beef Jardim, de Santo André, irá trabalhar com pacote fechado que inclui bufês de saladas, pratos quentes e sobremesas por R$ 145. Bebidas são cobradas à parte. A casa recomenda que as reservas sejam feitas com até 24 horas de antecedência.

No Restaurante São Francisco, de São Bernardo, não haverá programação especial. O estabelecimento funcionará como nos demais domingos, com bufê completo a R$ 45 por pessoa. Para ter direito a bebidas à vontade, o valor sobe para R$ 70. O Restaurante Sete Mares, de São Caetano, terá sistema semelhante, com entrada individual a R$ 59,90. Bebidas e sobremesas não estão inclusas. Em ambos os restaurantes não é necessário fazer reserva.

Por Fábio Munhoz - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Economia
25/09/2018 | Operação mira sonegação de R$ 100 mi de grupos cervejeiros e cerca Proibida
25/09/2018 | Greve na Argentina cancela voos no Brasil nesta terça-feira
25/09/2018 | Demanda por GNV aumenta até 350% após alta na gasolina
As mais lidas de Economia
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6194 dias no ar.