NOTÍCIA ANTERIOR
Mauá iniciará investigação de crimes da ditadura
PRÓXIMA NOTÍCIA
Governistas de Mauá articulam para minar força dos adversários
DATA DA PUBLICAÇÃO 19/02/2014 | Cidade
Falso policial civil é preso em Mauá após roubar veículo na Capital
A polícia de Mauá prendeu, na madrugada de ontem, um estelionatário acusado de atuar como falso policial e despachante. Josoaldo Alves da Rocha, 43 anos, é suspeito de praticar golpes há cerca de 15 anos, tendo feito pelo menos sete vítimas na cidade. Na casa de Rocha foram apreendidas munição, camisetas e distintivos da Polícia Civil, além cartões de visita, computador, documentos e carimbos do Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

De acordo com os policiais, o suspeito oferecia às vítimas serviços como registros de vistoria e licenciamento de veículos, emissão e retirada de pontos da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e compra de carros e motos de leilão de maneira facilitada, sem a necessidade de lances.

Rocha foi preso em flagrante após ter roubado um veículo na Capital durante a madrugada de ontem. Policiais militares localizaram o Honda Civic prata, que teve a placa alterada, na garagem do suspeito, na Rua Caiena, no Parque das Américas. Ele foi detido a poucos metros de casa, quando se aproximou para verificar o que estava acontecendo.

Encaminhado ao 1º DP (Centro) da cidade, Rocha foi relacionado aos crimes de estelionato sob investigação e já foi reconhecido por duas vítimas. Uma delas, um proprietário de um boxe no Shopping Popular de Mauá que prefere não ser identificada, contou que foi enganado pelo falso policial em março de 2013, quando recebeu a oferta para aquisição de veículo de leilão de forma facilitada. “Depositei R$ 16 mil na conta-corrente dele para a compra de dois carros e ele desapareceu. Na época eu não me perdoava por ter me deixado levar, mas é difícil não acreditar. Ele apresentava documentos e distintivo”, lembra.

O falso policial foi indiciado por roubo e responderá ainda pelos crimes de porte ilegal de munição e estelionato. Até o fechamento desta edição, ele aguardava transferência para o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Mauá.

Com auxílio da companheira de Rocha, a empregada doméstica Ivanilza Aparecida de Souza, 46, a polícia localizou diversos documentos, carteiras de habilitação falsas e ainda uma fotografia do suspeito, que é natural de Maceió, no Estado de Alagoas, e tem formação superior em Engenharia Eletrônica. Na imagem, ele aparece vestido como policial civil, com distintivo, algema e armado. Às autoridades, o estelionatário informou que o retrato foi tirado há cerca de 15 anos.

Por Natália Fernandjes - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
25/09/2018 | CPTR oferece 20 vagas de emprego (25/09)
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6195 dias no ar.