NOTÍCIA ANTERIOR
Adolescentes criam na escola versão barata de remédio que empresário aumentou em 5.000%
PRÓXIMA NOTÍCIA
Mulheres e crianças têm menos acesso à saúde na América Latina, diz Unicef
DATA DA PUBLICAÇÃO 09/12/2016 | Saúde e Ciência
Exercícios físicos podem aumentar contagem e qualidade do espermatozoide, diz pesquisa
Prática de atividade moderada foi a que apresentou mais benefícios para sistema reprodutivo masculino, segundo revista científica britânica.

Praticar atividade física regularmente traz uma série de benefícios. E, no caso dos homens, fazer pelo menos meia hora de exercício três vezes por semana pode aumentar também a contagem de esperma. É o que mostra um estudo publicado na revista científica britânica "Reproduction".

De acordo com a pesquisa, homens que começaram a correr regularmente apresentaram um aumento de espermatozóides saudáveis. O crescimento foi temporário e começou a diminuir dentro de um mês, quando o participantes do experimento pararam de correr na esteira.

Mas, segundo os especialistas, é importante encontrar o equilíbrio certo, uma vez que exercício em excesso também pode prejudicar a produção de esperma. Estudos realizados anteriormente já relacionaram a prática de esportes competitivos, como ciclismo, com a diminuição da qualidade do espermatozoide.

Efeitos positivos

Os 261 homens que participaram da pesquisa eram saudáveis, adotavam um estilo de vida sedentário e não apresentavam problemas de fertilidade - sua contagem de espermatozoides era normal, assim como a qualidade dos mesmos.

Durante o experimento, que levou 24 semanas, eles foram divididos em quatro grupo de estudo:

Sem exercício
Três sessões por semana de treinamento de alta intensidade (10 explosões de um minuto de corrida muito rápida com um curto período de recuperação entre cada ataque)
Três sessões por semana de exercício moderado (30 minutos na esteira)
Três sessões por semana de exercício intenso (cerca de uma hora na esteira)

Os integrantes dos três grupos que praticaram exercício perderam peso e apresentaram resultados melhores nos testes de esperma do que aqueles que se mantiveram sedentários.

A quantidade e a qualidade do espermatozoide aumentaram com o treinamento, sendo a prática de exercício moderado a que trouxe mais benefícios.

Os pesquisadores acreditam que pelo menos parte do resulado pode ser atribuído à redução do excesso de peso - todos os participantes dos três grupos perderam gordura corporal.

Estudos realizados anteriormente já mostraram que a obesidade pode diminuir a fertilidade masculina. Um terço dos integrantes de cada grupo estava acima do peso.

Aumento da fertilidade?

O que não está claro ainda é se esse estímulo se traduz em aumento da fertilidade. Isso é algo que os pesquisadores pretendem analisar no laboratório, verificando se as mudanças induzidas pelo exercício afetam também o potencial do espermatozoide fertilizar o óvulo.

"Nossos resultados mostram que fazer exercício pode ser uma estratégia simples, barata e eficaz para melhorar a qualidade do esperma de homens sedentários", diz o pesquisador Behzad Hajizadeh Maleki, da Universidade de Úrmia, no Irã, líder do estudo.

"É importante reconhecer, no entanto, que a razão pela qual alguns homens não podem ter filhos não está relacionada apenas a sua contagem de espermatozoides. Problemas de infertilidade masculina podem ser complexos. Mudar de estilo de vida pode não resolver esses casos facilmente", esclarece.

Allan Pacey, professor de Andrologia na Universidade de Sheffield, no Reino Unido, e porta-voz da British Fertility Society, destaca a necessidade de mais estudos sobre o tema :

"Temos muito pouco conhecimento sobre como o exercício físico pode afetar a fertilidade masculina e a qualidade do espermatozoide, mas essa é uma pergunta feita com frequencia pelos homens que desejam aumentar suas chances de ter um filho", diz.

O especialista afirma que é provável que haja um nível ideal de exercício para melhorar a fertilidade masculina, mas lembra que é aconselhável consultar um médico antes de iniciar uma atividade muito intensa.

Dicas

Outras recomendações para aumentar a quantidade e a qualidade do esperma incluem:

Manter os testículos arejados - evitar roupas íntimas apertadas e banhos quentes
Evitar infecções sexualmente transmissíveis
Parar de fumar
Reduzir o consumo de álcool

Por G1 - BBC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Saúde e Ciência
20/09/2018 | Campanha contra sarampo e poliomielite segue na região
19/09/2018 | É melhor dormir com ou sem meias?
19/09/2018 | Forma de andar mostra os vícios de postura
As mais lidas de Saúde e Ciência
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6239 dias no ar.