NOTÍCIA ANTERIOR
Estrela de Mauá desiste de retirar ônibus da cidade
PRÓXIMA NOTÍCIA
Problema no para-raio interdita Pedro Benedetti
DATA DA PUBLICAÇÃO 26/04/2013 | Cidade
Etec começa a receber alunos no 2º semestre
Etec começa a receber alunos no 2º semestre Foto: Divulgação - Diário Online
Foto: Divulgação - Diário Online
O prédio da Etec (Escola Técnica Estadual) de Mauá receberá os cerca de 220 estudantes dos cursos de Administração e Informática, que hoje estudam no prédio da Fatec (Faculdade de Tecnologia), a partir do segundo semestre. Na tarde de ontem, o prédio, na Rua Ribeirão Preto, 25, foi vistoriado pela deputada estadual Vanessa Damo e a superintendente do Centro Paula Souza, Laura Laganá.

A partir de 2014, a Etec terá dois novos cursos: Química e Logística - totalizando 120 vagas a mais. As áreas do conhecimento foram escolhidas em virtude das características do Grande ABC. "Fizemos estudo regional que indicou que tanto o Rodoanel quando o Polo Petroquímico demandam mão de obra qualificada", destaca a deputada.

Outra novidade, segundo a superintendente, é a abertura de cursos noturnos, cuja demanda é maior, e também do Ensino Técnico integrado ao Médio a partir do próximo ano. A unidade comporta até 720 alunos. "Vamos estudar a demanda e o funcionamento do prédio para avaliar a melhor forma de expandir o ensino."

O espaço de 3.500 metros quadrados, onde funcionava o antigo Educandário Imaculado Coração de Maria, estava em reforma desde 2008. Em 2009, os trabalhos foram interrompidos devido à dificuldade da Prefeitura de Mauá em transferir a posse do imóvel para o Centro Paula Souza. As obras tiveram investimento de R$ 3,8 milhões para readequação e construção de pavimentos.

Além de seis salas de aula, o prédio conta com quadra esportiva, biblioteca, seis laboratórios, anfiteatro para 150 pessoas, elevador, cantina e refeitório. A reforma inclui ainda acessibilidade.

INVASÃO

Em 2011, o Diário denunciou que o prédio que abrigará a Etec tinha se tornado ponto de usuários de drogas havia dois anos. O local estava abandonado, com portas arrombadas, fiação elétrica roubada e colchões velhos jogados nas salas de aula.

Na época, moradores dos bairros Matriz e Jardim Haydeé reclamavam que bandidos usavam a área para abrigo após roubar casas e veículos na vizinhança.

Por Natália Fernandjes - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
25/09/2018 | CPTR oferece 20 vagas de emprego (25/09)
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6228 dias no ar.