NOTÍCIA ANTERIOR
Grande ABC envia duas carretas de doações a Santa Catarina
PRÓXIMA NOTÍCIA
Trem para Paranapiacaba vai passar por novo teste
DATA DA PUBLICAÇÃO 03/12/2008 | Setecidades
Estrada Sete Cruzes deve estar totalmente reformada em fevereiro
Inicialmente prevista para setembro, a reforma completa da Estrada Sete Cruzes, que liga Ribeirão Pires a Suzano, só deve ser entregue em fevereiro de 2009 pela Secretaria de Estado dos Transportes.

Os 11,2 quilômetros de extensão da via já possuem novo asfalto e sinalização horizontal. Para que a reestruturação seja completa, resta apenas a construção de guias, sarjetas e acostamentos em alguns trechos.

Apesar da existência de placas alertando sobre a presença de homens e máquinas na pista, ontem ninguém trabalhava na estrada, que em alguns pontos ainda conserva estruturas em madeira para a construção das partes restantes da pista.

As novas condições de manutenção da via contrastam em muito com passado recente, quando não havia a mínima condição de conservação e segurança. Até pouco tempo, como lembra o comerciante José Carvalho dos Reis, 54 anos, "a Sete Cruzes era totalmente esburacada, de uma ponta a outra."

Sem nenhuma saudade e com ironia de sobra, Paulino Adriano Beato, 50, também se recorda do tempo que a estrada tinha muitos "buraquinhos que davam para esconder por inteiro uma roda de caminhão."

"Melhorou muito. Agora está perfeita. Antes, dobrando o cuidado e desviando dos obstáculos, eu demorava 40 minutos para percorrer a estrada. Hoje faço com a metade do tempo", afirmou Beato, que mora em Rio Grande da Serra e há seis anos trabalha em Suzano.

"O asfalto é de primeira qualidade, mas se não investirem em sinalização, talvez até instalando um radar, os motoristas vão aumentar a velocidade e poderemos ter acidentes", alertou Reis, que verificou aumento do trânsito de veículos na Estrada Sete Cruzes depois que começaram as reformas.

Recuperada, a estrada se torna também uma opção para os motoristas que pretendem diminuir o percurso em detrimento de viajar pela Rodovia Índio Tibiriçá. Sete Cruzes corta uma porção do chamado "Cinturão Verde", que reúne parte dos produtores que distribuem legumes e verduras para todo o Estado.

Trabalhos
Contemplada pelo programa Pró-Vicinais, lançado em 2007 pelo governo do Estado, a recuperação da estrada foi orçada em R$ 4 milhões e começou em janeiro deste ano.

A Secretaria de Transportes informou que a obra poderá ser entregue antes do novo prazo, já que resta apenas a construção de guias e sarjetas nos trechos urbanizados e acostamento nas partes menos urbanizadas. Por enquanto não há nenhuma indicação de que radares poderão ser instalados no local.

Por André Vieira - Especial para o Diário / Foto: Andréa Iseki
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6195 dias no ar.