NOTÍCIA ANTERIOR
Casas Bahia abandona ''varejão'' na propaganda
PRÓXIMA NOTÍCIA
Preço do gás de cozinha vai aumentar 5% a partir de hoje
DATA DA PUBLICAÇÃO 19/09/2018 | Economia
Emprego na indústria regional tem melhor resultado em 6 anos
Emprego na indústria regional tem melhor resultado em 6 anos Saldo de trabalhadores entre janeiro e agosto ficou positivo pela primeira vez desde 2013. Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
Saldo de trabalhadores entre janeiro e agosto ficou positivo pela primeira vez desde 2013. Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
O nível de emprego nas indústrias do Grande ABC, entre janeiro e agosto, foi o melhor em seis anos, uma vez que se trata do primeiro resultado positivo desde 2013 – foram gerados 1.100 postos. Os dados foram compilados pelo Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) e divulgados ontem pela Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).

No acumulado do ano, Diadema foi a cidade que impulsionou a geração de empregos. “As fábricas do município são, em sua maioria, de pequeno porte, e possuem poucos funcionários. Assim, quando há aumento da demanda, ainda que pequeno, é necessário contratar”, pontuou Anuar Dequech Júnior, diretor titular do Ciesp Diadema. “No entanto, ainda temos processo pulverizado, ou seja, as fábricas contratam um ou dois trabalhadores e não em larga escala.”

Ao mesmo tempo, e seguindo a ‘toada’ de julho, quando foram criadas 250 vagas, agosto contou com a geração de 470 empregos – enquanto que, no mesmo mês de 2017, houve o corte de 1.050 trabalhadores.

A diretoria de Santo André, que inclui Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, registrou o maior volume no mês passado, com a abertura de 550 oportunidades – a diretoria foi responsável pelo melhor saldo do Estado de São Paulo, onde, ao todo, 2.500 operários perderam o emprego em agosto.

Embora os dados sejam otimistas, fatores como a greve dos caminhoneiros em maio, Copa do Mundo em junho e julho e indefinição das eleições de outubro fazem o desempenho das fábricas ‘patinar’. “As empresas estão com expectativa muito grande com as eleições, e aguardando definição dos planos econômicos (do presidente eleito) para contratar ou investir”, avaliou Dequech Júnior.

Em sinergia, Sandro Maskio, economista do Observatório Econômico da Universidade Metodista de São Paulo, destacou que este momento é apenas o início de um processo. “Em 2015, tivemos os piores indicadores de emprego (de janeiro a agosto daquele ano, o saldo ficou negativo em 20.350 postos) e, por isso, ainda temos trajetória muito longa para voltar aos patamares pré-crise”, explicou.

Vale salientar que, no acumulado dos 12 meses, o nível de emprego ainda está negativo em 650 operários. “A crise na Argentina prejudica as exportações e, consequentemente, a produção da região, porque o país é um dos nossos principais compradores”, afirmou Maskio.

Não à toa, por contar com cinco – Volkswagen, Scania, Ford, Mercedes-Benz e Toyota – das seis montadoras do Grande ABC, que exportam suas produções para todo o mundo, inclusive aos hermanos, São Bernardo eliminou 2.000 postos neste período. Na contramão da atual conjuntura das pequenas firmas, fábricas de maior porte ainda não sinalizam contratações, segundo Dequech Júnior.

Mesmo com aumento lento da produção, Maskio estimou que o setor na região deve apresentar incremento tímido, na casa de 1,5%, em 2018. “Temos cenário muito incerto e difuso, mas o crescimento deve acontecer em comparação aos anos anteriores, pois, desde 2014, temos números muito ruins”, assinalou.

Por outro lado, José Ricardo Roriz Coelho, presidente em exercício da Fiesp, informou que a entidade projeta que o índice de desemprego nas indústrias deve encerrar o ano no vermelho. “Esse cenário começou a ganhar força com greve dos caminhoneiros, a indefinição política e a preocupação com o ambiente de negócios internacional, que tem causado o afastamento dos investimentos.”

Por Flavia Kurotori - Especial para o Diário
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Economia
25/09/2018 | Operação mira sonegação de R$ 100 mi de grupos cervejeiros e cerca Proibida
25/09/2018 | Greve na Argentina cancela voos no Brasil nesta terça-feira
25/09/2018 | Demanda por GNV aumenta até 350% após alta na gasolina
As mais lidas de Economia
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6236 dias no ar.