NOTÍCIA ANTERIOR
Edson e Hudson e Raça Negra animaram arraial de Mauá
PRÓXIMA NOTÍCIA
Festa Junina de Mauá tem um dos maiores públicos de todos os tempos
DATA DA PUBLICAÇÃO 20/06/2017 | Cidade
Em cinco cidades, fila de espera por processo é de mais de 3.000
 Em cinco cidades, fila de espera por processo é de mais de 3.000 Foto: Abc do ABC
Foto: Abc do ABC
Em cinco das sete cidades do Grande ABC (exceto Diadema e Rio Grande da Serra, que não informaram), 3.335 animais, entre cães e gatos estão cadastrados em fila de espera para castração, realizada gratuitamente pelo poder público. Em alguns municípios o serviço estava paralisado e vem sendo retomado. É o caso de Santo André, que desde dezembro não realizava mais o procedimento, e 1.400 fichas de cadastro ficaram estagnadas.

A interrupção ocorreu por problemas com o TCE (Tribunal de Contas do Estado) referente ao ano de 2015. Agora será realizado um chamamento para conveniar clínicas diretamente com a Prefeitura. Segundo a administração, mutirões de castração serão realizados nos próximos meses, e a meta para 2017 é atender 300 animais por mês. A verba de castrações, que era de R$ 20 mil ao mês, foi aumentada para R$ 30 mil.

Para fazer o cadastro de castração, o munícipe deve levar o animal à Gerência de Controle de Zoonoses, localizada na Rua Igarapava, 239.

Em São Bernardo são 1.300 cadastros na fila de espera. Em 2016, o custo destinado às castrações ficou em torno de R$ 505 mil, e, neste ano, já foram gastos R$ 100 mil, segundo o Executivo. “Estamos aguardando o processo licitatório para darmos continuidade às castrações”, informou, em nota. Mais informações pelo e-mail controle.populacional@saobernardo.sp.gov.br, ou no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), na Avenida Dr. Rudge Ramos, 1.740, no bairro Rudge Ramos.

Por falta de pagamento a clínicas convenidas na gestão anterior, as castrações também estavam interrompidas em São Caetano, segundo o coordenador do CCZ, Fábio Bertola Agostini. “Já houve a regularização, e encaminhei para a central de agendamentos 35 castrações”, falou. O investimento não foi informado. Interessados no cadastramento devem ir ao Atende Fácil.

A fila de espera em Mauá é de 500 animais, e o valor destinado para castrações é de R$ 250 mil para clínica conveniada e outros R$ 250 mil ao Departamento de Controle de Zoonoses. Informações sobre o processo podem ser obtidas pelo telefone 4512-7489.

Em Ribeirão Pires, 100 fichas aguardam atendimento. A Prefeitura pretende formalizar contrato de castração de 2.000 animais ao longo de 12 meses. Quando o cadastro for aberto, haverá divulgação de como proceder. O custo da administração, por animal, é de R$ 100 em média.

Por Vanessa de Oliveira - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2021 - Desde 2003 à 6770 dias no ar.