NOTÍCIA ANTERIOR
Eletropaulo corta luz da SSU e da Secretaria de Trabalho e Renda de Mauá
PRÓXIMA NOTÍCIA
Donisete entregará Paço a Atila com PPPs assinadas
DATA DA PUBLICAÇÃO 06/12/2016 | Cidade
Eletropaulo corta luz de prédios da Prefeitura
 Eletropaulo corta luz de prédios da Prefeitura Crédito: Bruno Prado
Crédito: Bruno Prado
A AES Eletropaulo cortou ontem energia de, pelo menos, dez prédios públicos da Prefeitura de Mauá por atrasos nos pagamentos da conta de luz devidos pela administração do prefeito Donisete Braga (PT). A interrupção foi feita pela manhã e atingiu, por exemplo, unidade das secretarias de Serviços Urbanos, de Trabalho e Renda e de Governo. Outras sete instalações estavam na lista de corte da companhia, mas não foram divulgadas.

Nem a AES Eletropaulo nem o governo petista informaram detalhes da dívida, como valores e em quanto tempo o Paço está sem pagar as faturas à empresa. Porém, dados do Portal da Transparência indicam débito de R$ 3,15 milhões com a AES Eletropaulo, referentes a faturas de janeiro e de novembro deste ano e até contas de 2010, quando o prefeito ainda era Oswaldo Dias (PT).

Em crise financeira, o governo Donisete também ignorou questionamentos do Diário sobre as razões de não honrar com o pagamento das contas de luz. A AES Eletropaulo informou que houve tentativas frustradas de negociação dos débitos com a Prefeitura e que, por isso, determinou a interrupção do fornecimento de energia. A concessionária destacou, entretanto, que não desligou a luz de nenhum prédio que presta serviços básicos à população, como Saúde, Educação e Segurança Pública.

Por meio de nota, a Prefeitura se limitou a admitir a dívida com a AES Eletropaulo, sem explicar por que não negociou os pagamentos com a empresa. “A Prefeitura de Mauá informa que vai quitar parte da dívida com a Eletropaulo amanhã (hoje). Com o pagamento, amanhã mesmo (hoje) será restabelecida a energia elétrica nos dois prédios onde houve corte de fornecimento”.

O comunicado enviado pela administração não inclui a Pasta de Governo, cujo setor está instalado dentro do próprio prédio do Paço Municipal, que também abriga o gabinete do prefeito. Porém, a equipe de reportagem do Diário esteve na sede do governo e não constatou interrupção de luz no local.

O corte no escritório da Secretaria de Trabalho e Renda interrompeu atendimento no CPTR (Centro Público de Trabalho e Renda) – funcionam no mesmo endereço. É este equipamento que oferece oportunidade de trabalho à população desempregada. Se a energia continuar cortada até amanhã, o prédio só deve voltar a abrir na segunda-feira, uma vez que quinta-feira é feriado municipal (aniversário da cidade) e o Paço enforcou a sexta-feira.

Não é a primeira vez que a AES Eletropaulo corta luz de prédios públicos da região por conta de calote. No dia 21, equipamentos da Prefeitura de Santo André ficaram sem luz também por falta de pagamento. Três dias depois foi a vez da Prefeitura de Ribeirão Pires sofrer a interrupção – em ambos os casos as dívidas foram negociadas e o serviço, restabelecido.

Por Junior Carvalho - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
25/09/2018 | CPTR oferece 20 vagas de emprego (25/09)
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6188 dias no ar.