NOTÍCIA ANTERIOR
Adobe trabalha em 'Photoshop para voz' que permite editar o que é dito
PRÓXIMA NOTÍCIA
Affinity Photo: um dos melhores editores de fotos do Mac está disponível gratuitamente para testes no Windows
DATA DA PUBLICAÇÃO 11/11/2016 | Informática
É possível saber quem encaminha uma mensagem no WhatsApp?
É possível saber quem encaminha uma mensagem no WhatsApp?
>>> Encaminhamento de mensagens
Temos um grupo de amigos, onde uma pessoa foi excluída, porém ela fica sabendo tudo o que passa no grupo, com certeza alguém do grupo está repassando essas informações para ela, teria de alguma forma saber quem está repassando estas mensagens?
Regis Diniz

Diretamente, não é possível. De modo geral, quando a informação chega até uma pessoa, essa informação é "dela" e ela pode espalhar para outras pessoas. Mesmo supondo que o WhatsApp tivesse um controle mostrando quem encaminhou uma mensagem pelo próprio app, nada impede a pessoa de simplesmente escrever uma nova mensagem, copiar e colar via e-mail ou enviar a tela toda do celular.

Porém, o WhatsApp permite que você saiba quais foram os participantes do grupo que leram uma mensagem sua. Mantenha pressionado o dedo sobre a mensagem até que apareçam as opções na barra superior e clique no "i" com um círculo em volta (marcado na foto). Você verá quem já leu as mensagens.

No entanto, embora isso seja um indicativo, não é garantido. Existem vários meios de burlar ou impedir o envio da confirmação de leitura. É uma informação a considerar, mas o WhatsApp não tem controles rígidos para o acesso a mensagens (você pode ler uma mensagem quando a recebe nas notificações, por exemplo, o que não conta como leitura).

É claro que, se você obtiver algum indício do vazamento das mensagens (por exemplo, uma captura da tela que foi repassada a terceiros), é possível extrair informações disso para tentar identificar o celular de origem. Por exemplo, a resolução da captura de tela pode ser um indício do modelo do aparelho e, se você sabe quais são os modelos que os membros do grupo usam, o número de "culpados" diminui. Mas isso é uma informação externa ao WhatsApp.

Em geral, se você não pode confiar nas pessoas que acessam um sistema (o "sistema", nesse caso, é o grupo do WhatsApp), é praticamente impossível impedir vazamentos e é preciso um controle de acesso extremamente rígido para conseguir identificar quem está repassando uma informação. Como esses controles simplesmente não existem no WhatsApp, não há muito o que fazer.

Microsoft Edge>>> Segurança do navegador Edge
Parece que o navegador Edge é mais seguro que o Internet Explorer, porém ele não aceita plug-ins de antivírus para o monitoramento. Tenho instalado o Kaspersky e parece que o navegador não é monitorado como proteção do teclado. É assim mesmo?
Fabio Lima

O suporte a plug-ins no navegador Edge ainda é bastante limitado, o que significa que alguns mecanismos de "proteção" oferecidos por programas de segurança, que dependem de uma interação maior com o navegador, não estão disponíveis.

Em alguns casos, certos programas de segurança chegam a sugerir que você continue usando o Internet Explorer para ter acesso a essas "proteções", o que, de modo geral, é um péssimo conselho. O IE é muito mais inseguro que o Edge e o próprio suporte a "plug-ins" do navegador pode deixar ele aberto a mais ataques na web.

Em ainda outros casos, as suítes de segurança incluem um "navegador seguro" embutido que pode ser usado para essas tarefas. Porém, esse navegador "seguro" é muitas vezes menos seguro do que os programas comuns. Isso acontece porque, enquanto navegadores são feitos por pessoas especializadas no desenvolvimento de navegadores, essas extensões e navegadores "seguros" oferecidos pelos programas antivírus são apenas um "extra" que foge da especialidade dos programadores que trabalham nessas empresas.

Por esses motivos, a segurança que você ganha acaba sendo menor do que a esperada.

Em outras palavras, você não se preocupar muito caso não possa usar esses recursos extras oferecidos pelos programas.

Mais uma dica: caso você se preocupe com sua segurança, o navegador com melhor histórico nesse quesito é o Chrome. Em contrapartida, também é o navegador que mais consome recursos, em parte por conta dos próprios mecanismos de segurança.

Por Altieres Rohr - G1
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Informática
19/09/2018 | Grupo Renault Nissan terá sistema operacional Android em seus carros
18/09/2018 | A corrida para a criação do computador mais poderoso da história
11/06/2018 | Google tira ovos de emoji de salada para agradar veganos
As mais lidas de Informática
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6239 dias no ar.