NOTÍCIA ANTERIOR
PCdoB aguarda resposta de Atila Jacomussi até dia 5
PRÓXIMA NOTÍCIA
Oswaldo Dias banca José Luiz Cassimiro para deputado
DATA DA PUBLICAÇÃO 12/04/2013 | Cidade
Donisete Braga quer baixar tarifa de ônibus em Mauá
Prefeito cobra mais qualidade das empresas e diz que constatou problemas ao utilizar serviço

Após iniciar fiscalização na frota de transporte coletivo de Mauá, o prefeito Donisete Braga (PT) deverá reunir-se, na próxima semana, com as empresas concessionárias dos serviços para propor redução do preço da tarifa de ônibus, que foi reajustada em dezembro último de R$ 2,90 para R$ 3,30.

O anúncio foi feito na tarde desta quarta-feira (10/04), durante apresentação das ações de 100 dias do governo petista. Sem citar detalhes de como seria essa suposta redução, o prefeito cobrou mais qualidade das empresas (Leblon e Viação Mauá). “Estamos pensando seriamente em reduzir a tarifa. Sei que é uma discussão regional, e por isso vamos olhar com cuidado essa questão”.

O prefeito também afirmou que nesta semana usou algumas linhas e constatou atrasos acima de 30 minutos com o cumprimento de horários dos itinerários. Donisete disse que colocará essa possibilidade de redução da tarifa em reunião que terá com os empresários. “Não é um recado, até porque vamos conversar com as empresas na próxima semana. Mas não estão cumprindo horários, e há dívidas dessas empresas com o ISS (Imposto sobre Serviços). É pouco o que estão fazendo pelo lucro que estão ganhando”, ponderou.

Para isso, a Prefeitura teria de verificar dispositivos dentro das regras de concessão que permitam a revisão na planilha de custo elaborada pela Prefeitura, que calcula o valor da tarifa pela quantidade de usuários e manutenção.

Com a anuência da Câmara, a passagem foi majorada em 13,79% no final da gestão do ex-prefeito Oswaldo Dias, a pedido das concessionárias que justificaram aumento de gastos com a operação. O prefeito Donisete Braga, porem, dá a entender que vê inconsistências nesse aumento, que colocou a tarifa em Mauá entre umas das mais caras da Região Metropolitana de São Paulo. “A Prefeitura é a empregadora, e as empresas são contratadas. Portanto, temos de cobrar mais qualidade nos serviços”. Na última semana, a Prefeitura passou a fazer uma espécie de revisão em todos os ônibus para apurar eventuais avarias na frota.

Por Rodrigo Bruder - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
25/09/2018 | CPTR oferece 20 vagas de emprego (25/09)
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6195 dias no ar.