NOTÍCIA ANTERIOR
Cidade Limpa volta à região do Feital nesta segunda-feira (2)
PRÓXIMA NOTÍCIA
Chinês fica ''preso'' na Coreia do Sul após filho rabiscar seu passaporte
DATA DA PUBLICAÇÃO 02/06/2014 | Cidade
Dia D em Mauá oferece mais de 850 vagas de emprego
Dia D em Mauá oferece mais de 850 vagas de emprego Foram atendidos 223 trabalhadores que tiveram acesso a 858 oportunidades de emprego, disponibilizadas por 14 empresas. Crédito: Evandro Oliveira
Foram atendidos 223 trabalhadores que tiveram acesso a 858 oportunidades de emprego, disponibilizadas por 14 empresas. Crédito: Evandro Oliveira
O CPTR de Mauá promoveu nesta quinta-feira (29) o Dia D para inclusão social e profissional de pessoas com deficiência (PcD) e beneficiários reabilitados.

A ação é resultado da parceria entre Secretaria de Trabalho e Renda de Mauá e Ministério do Trabalho para dar visibilidade a essa significativa parcela da população. Durante o dia, o atendimento foi exclusivo e contou com a presença de empresas que realizaram processos seletivos no local.

Foram atendidos 223 trabalhadores que tiveram acesso a 858 oportunidades de emprego, disponibilizadas por 14 empresas para trabalhar nas cidades do ABC e São Paulo. A ação contou também com outros serviços, como emissão de carteira de trabalho, informações sobre seguro-desemprego, inscrição nos cursos de qualificação profissional do Qualifica Mauá, além das seleções das empresas.

O prefeito Donisete Braga compareceu ao evento e parabenizou a equipe e a colaboração entre secretarias. “Parabéns ao CPTR/SINE e toda a equipe das secretarias envolvidas pelo ótimo trabalho. Fico feliz de ver ações integradas entre as secretarias. Quem ganha com isso é o cidadão mauaense”, pontuou.

Para o secretário de Trabalho e Renda, Marcelo Lucas Pereira, o evento foi um sucesso pela integração entre secretarias. “Conseguimos encaminhar 57% dos trabalhadores para oportunidades em entrevistas e processos seletivos”, ressaltou. “Mesmo quem não pegou carta de encaminhamento, participou de entrevista com as empresas presentes. Nosso objetivo é que de hoje em diante todos os dias sejam Dia D”, explicou. “Isso tudo não seria possível sem a colaboração e o trabalho conjunto entre as secretarias de Trabalho e Renda, Cidadania e Ação Social, Desenvolvimento Econômico, Educação e Saúde, além dos nossos parceiros, como o Ministério, o INSS e as instituições sociais do município”, comemorou.

De acordo com o Censo 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população do Brasil é composta por 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, o que corresponde a quase 24% do total da população. De acordo com os dados da Relação Anual de Informações Sociais – RAIS 2012, 330 mil estão no mercado formal de trabalho, o que corresponde a 0,70% do total de vínculos empregatícios.

INCLUSÃO
O cabelereiro Cristiano Campo está em busca de uma oportunidade em qualquer área, mas devido a sua deficiência não é mais possível desempenhar sua profissão como autônomo. “O trabalho é fundamental para ter qualidade de vida, diminui a nossa sensação de deficiência”, conta. “Esse evento está de parabéns, já peguei uma carta de encaminhamento para uma entrevista”, comemora. “Deficiência sim, ineficiência nunca”, concluiu.

Para Nivaldo Ferreira e sua amiga Elisângela Reis Diogo, a ação do CPTR bate de frente contra o preconceito. “É muito difícil lidar com o preconceito das pessoas, você faz a entrevista e depois ouve que não é selecionado porque acham que não vou aguentar”, lamentou Ferreira, que teve poliomielite na infância. “A gente faz entrevista, depois exame médico, até tira a roupa, expõe a nossa deficiência e depois é rejeitado por causa disso”, emendou Elisângela. “E aqui no CPTR é uma ação na qual as empresas já sabem o que vão encontrar, e para gente é muito mais fácil, é maravilhoso”, elogiou.

EMPRESAS
O CPTR e as 15 empresas participantes disponibilizaram mais de 850 oportunidades de emprego para pessoas com deficiência. Entre as principais ocupações ofertadas estão: auxiliar administrativo, auxiliar de produção, auxiliar de montagem, auxiliar de limpeza, operador de telemarketing, vendedor, operador de caixa, auxiliar de estoque, auxiliar de escritório, porteiro, recepcionista, atendente de loja, analista de crédito, dermoconsultora, faxineira, motorista, office boy, office old, office girl, assistente de balcão, auxiliar de reposição, auxiliar de transporte, balconista, entre outras.

As empresas participantes são: AME (Associação dos Metroviários Excepcionais), Atacadão, Atento, Ativex, Baronesa, Fênix, Gramaplan, Grupo LC, Hospital América, Líder Brinquedos, MRS Consultoria, Multiaços, Plura, Sesvi Agência e Verzani Sandrini.

A rede atacadista Atacadão, de Mauá, disponibilizou 12 vagas exclusivas para trabalhadores com deficiência. “Ficamos lisonjeados com o convite para participar desse evento, esperamos fechar hoje todas as vagas, estamos abraçando a causa e trouxemos as melhores oportunidades”, disse a analista de RH, Viviane Barreto Oikawa.

A agência Fênix Capacitação e Desenvolvimento Humano ofereceu 90 vagas exclusivas para PCD. “Essa parceria com o CPTR nos permite divulgar esse tipo de contratação, pretendemos preencher todas as vagas e somos uma empresa especializada”, afirmou Aleksandra Tamarozzi Franco, diretora da empresa.

PARCERIAS
Para organizar o Dia D, o CPTR contou com apoio de parceiros que colaboraram por meio de contatos com empresas e trabalhadores. Entre os parceiros estão as Secretarias de Cidadania e Ação Social, Desenvolvimento Econômico, Educação e Saúde, INSS, além de entidades com trabalho social na área, como a Associação de Pais e Amigos dos Surdos de Mauá (Apasma), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Mauá (Apae), Associação Mauaense de Assistência e Apoio ao Deficiente Visual (Amadevi), Grupo de Apoio a PCD e Associação Amigos de Bairro da Vila São José.

O presidente da Associação Mauaense de Assistência e Apoio ao Deficiente Visual (Amadevi), Edson Lobato, apoiou a iniciativa. “O Dia D é uma porta para quem espera há muito tempo e nesse evento percebe-se a preocupação dos empresários e governantes para incluir as pessoas com deficiência no mercado de trabalho”, afirmou. “Antigamente, a pessoa com deficiência fazia uma ficha, aguardava, e ouvia que não tinha vaga, mas hoje existe essa preocupação com nossos direitos para garantir dignidade”, explicou. “É plausível”, finalizou. A Amadevi auxilia e apoia pessoas com deficiência visual por meio de cursos profissionalizantes em parceria com Sesi e Senai.

CONTINUIDADE
O Centro Público de Trabalho e Renda atende pessoas com deficiência - são 387 trabalhadores da cidade cadastrados no portal MTE Mais Emprego. Para receber atendimento, o trabalhador deve comparecer com RG, CPF e carteira de trabalho em mãos. O atendimento funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, com distribuição de senhas sequenciais até as 16h. O telefone para contato é 4514-6141.

Por PMM - Redação
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
16/07/2018 | Parque é reduto de calmaria em meio à agitação em Mauá
16/07/2018 | Prefeitura de Mauá perde prazo e R$ 10,9 milhões para corredor de ônibus
16/07/2018 | Rotary Club de Mauá promove transmissão de posse da presidência
As mais lidas de Cidade
12/07/2018 | Admir Jacomussi solicita esclarecimentos jurídicos ao Executivo
12/07/2018 | Morador de Mauá compra balcão na LojasKD e não recebe
12/07/2018 | Homem tem carro roubado em Capuava
As mais lidas no Geral
12/07/2018 | Admir Jacomussi solicita esclarecimentos jurídicos ao Executivo
12/07/2018 | Corpo achado em trilha há dois meses é identificado
11/07/2018 | Sem reforma, segurado põe pé no freio da aposentadoria
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2018 - Desde 2003 à 5608 dias no ar.