NOTÍCIA ANTERIOR
BMW X4 ficará maior na 2ª geração, mas com visual quase idêntico
PRÓXIMA NOTÍCIA
Infrações de trânsito em SP caem 13,2% no período de janeiro a novembro de 2017, diz Prefeitura
DATA DA PUBLICAÇÃO 23/02/2018 | Veículos
Depois de 22 anos no Brasil, Fiat Palio sai de linha
 Depois de 22 anos no Brasil, Fiat Palio sai de linha Fiat Palio (Foto: Divulgação)
Fiat Palio (Foto: Divulgação)
Carro foi o mais vendido do país em 2014, mas não resistiu ao lançamento do Argo. Relembre a história do modelo.

Ex-líder de vendas no Brasil, o Fiat Palio saiu de linha no país, confirmou a montadora nesta quinta-feira (22). O modelo já não está mais disponível no site da marca e "sumiu" ao mesmo tempo em que o sedã Cronos era lançado.

Outro a dar adeus foi o Punto. Ambos foram susbtituídos simultaneamente pelo Argo, lançado no ano passado. Com o fim do Palio, o Mobi assume de vez a posição de veículo de entrada da montadora no país, enquanto o Uno é uma opção intermediária.

As vendas do Palio já estavam em baixa, e o G1 mostrou que a chegada do Argo poderia influenciar sua saída de linha.

Lançado em 1996, o Palio teve mais de 3 milhões de unidades vendidas e produzidas nesses 22 anos. Seu auge foi em 2014, quando conseguiu desbancar o Gol na liderança de vendas. Mas essa posição durou apenas um ano, e o Palio foi superado pelo Chevrolet Onix na sequência.

1996
O Palio surgiu como um produto para mercados emergentes, e o grande destaque na época foi o seu visual, considerado moderno. A primeira geração teve motores 1.5 8V e 1.6 16V. Em seguida, veio o 1.8 8V.

2001
Foi a primeira grande reestilização do modelo. Ele deixou as linhas arredondadas de lado, para ganhar um ar mais "quadradão". Um ano antes, o modelo havia ganhando opção de motor 1.3 16V. Na sequência, houve a estreia do motor Fire 1.0.

2004
Mais mudanças no visual são feitas pela Fiat. Deixando de lado o estilo mais sóbrio, o carro ganha novamente uma personalidade própria, com faróis angulados. Essa estética foi mantida na versão Fire, a mais barata de todas, até quase o fim da vida do Palio.

2009
Foi uma fase de várias mudanças para o Palio. Em 2008, o carro recebeu o novo desenho, mais uma vez adotando faróis de linhas retas na dianteira. Pouco tempo depois, no entanto, a dianteira mudou de novo, ganhando o farol que já era do Siena, com um pequeno detalhe arredondado na parte interna. Era como ser o carro tivesse "aberto" os olhos. As opções de motores eram 1.0, 1.4 e 1.8, todos de 8 válvulas.

2012
No final de 2011, a última geração do Palio foi lançada. O visual foi considerado controverso, principalmente na parte traseira, com uma lanterna bem extravagante. As opções de motores eram 1.0, 1.4 e 1.6 16V.

Apesar das polêmicas sobre a estética, foi a partir daí que o carro cresceu em vendas até chegar ao topo, em 2014. Muito do mérito, porém, se devia ao Fire, com visual baseado no modelo 2004, que continuava a ser vendido.

Weekend e Strada são derivados do Palio
Além do sucesso por si só, o Palio deu origem a outros produtos da Fiat: a picape Strada e a perua Weekend. Os "irmãos" do Palio ainda estão disponíveis para a venda no Brasil e acompanharam as alterações visuais até 2009.

Punto também saiu de linha

Outro que sentiu o "fator Argo", o Punto deixa de ser vendido no Brasil. O hatch foi lançado em 2007 no Brasil.

Por G1
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Veículos
19/09/2018 | Volkswagen faz recall de uma unidade do Tiguan Allspace
19/09/2018 | Detran.SP leiloa 287 veículos na Grande São Paulo
18/09/2018 | Prefeitura de SP lança site para divulgar dados sobre acidentes de trânsito
As mais lidas de Veículos
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6232 dias no ar.