NOTÍCIA ANTERIOR
Mauá dobra valor de refeição em restaurante popular
PRÓXIMA NOTÍCIA
DICICO no Mauá Plaza Shopping está contratando
DATA DA PUBLICAÇÃO 19/5/2017 | Cidade
Curso de Medicina depende de vistoria
Curso de Medicina depende de vistoria Foto: Google Imagens
Foto: Google Imagens
A unidade de Mauá da Uninove (Universidade Nove de Julho), espaço onde serão ofertadas 50 vagas do curso de Medicina, por meio de edital do Programa Mais Médicos, do governo federal, aguarda visita técnica do MEC (Ministério da Educação), prevista para julho. No entanto, o centro de conhecimento – instalado em espaço onde funcionava o hotel Diamond Mauá, na Vila Bocaina – tem previsão de iniciar as atividades apenas em 2018, tendo em vista a dependência de aval da União para a realização de processo seletivo.

Para o prefeito Atila Jacomussi (PSB), a localização da universidade é perfeita para atender a população. “A Uninove achou esse espaço, onde funcionava o hotel, há uns quatro a cinco meses. Vem a calhar com o nosso desejo de acesso fácil e rápido ao transporte público, na área central”, observa.

O reitor da universidade, Eduardo Storópoli, já havia destacado à equipe do Diário, no começo de abril, que o início do processo seletivo será realizado apenas após aval do MEC, o que implica em mais tempo para o início das aulas. “Somente após o aval iniciaremos o vestibular, realizado pela Fundação Vunesp e pela Fundação Carlos Chagas. Então, provavelmente, vamos distribuir o processo seletivo entre as duas instituições”.

Atila voltou a firmar o compromisso de utilizar o repasse obrigatório de 10% do valor da arrecadação das mensalidades do curso de Medicina da Uninove em Mauá para a área da Saúde.

São Bernardo também passa a contar com unidade da Uninove. Por lá, o processo para início das aulas dos 150 alunos de Medicina está mais adiantado, tendo em vista que já foi realizada vistoria do MEC em abril e firmada parceria com a Prefeitura para o repasse de verba para a rede pública. A expectativa é a de que o processo desenrole em tempo de iniciar as aulas no segundo semestre.

A instalação dos cursos de Medicina na região ocorre quase dois anos depois da escolha da Uninove como responsável pela oferta das vagas. Isso devido a imbróglio judicial.

Por Natália Fernandjes - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
29/5/2017 | Altos de Mauá sofre segunda tentativa de invasão
29/5/2017 | Após um dia, Renata Martello pede demissão do cargo no Hospital Nardini
29/5/2017 | Câmara de Mauá oferece promoção a servidor que fez doação para Atila
As mais lidas de Cidade
22/5/2017 | Vizinho de secretário se apresenta e assume tiro
24/5/2017 | Gestão Atila impõe regras polêmicas a ambulantes de Mauá
29/5/2017 | Após um dia, Renata Martello pede demissão do cargo no Hospital Nardini
As mais lidas no Geral
26/5/2017 | Ribeirão Pires volta realizar Festival do Chocolate
22/5/2017 | Vizinho de secretário se apresenta e assume tiro
24/5/2017 | Construção de alça do Rodoanel terá início no segundo semestre
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2017 - Desde 2003 à 5194 dias no ar.