NOTÍCIA ANTERIOR
Correios abre inscrições para cerca de 4 mil vagas de jovem aprendiz
PRÓXIMA NOTÍCIA
Excesso de chuvas provoca alta no preço da cesta básica
DATA DA PUBLICAÇÃO 26/02/2016 | Economia
Cresce a venda de produtos contra o mosquito da dengue
Cresce a venda de produtos contra o mosquito da dengue Repelentes estão entre os produtos mais procurados pelos consumidores, que temem doenças transmitidas pelo mosquito. Foto: Andris Bovo
Repelentes estão entre os produtos mais procurados pelos consumidores, que temem doenças transmitidas pelo mosquito. Foto: Andris Bovo
Procura por telas mosquiteiras, repelentes, inseticidas e ralos com fechamento cresce até 300% no ABCD

As vendas de produtos que previnem a proliferação ou a picada do mosquito Aedes aegypti dispararam desde o início do verão. Redes de farmácias, supermercados e lojas de materiais de construção no ABCD registraram até 300% de aumento nas vendas neste período em relação ao ano passado. Diante do corre corre nos estabelecimentos, a população da Região sofre com a falta de algumas marcas ou tipos de produtos.

Telas mosquiteiras, repelentes, inseticidas, ralos com dispositivo de fechamento ou tampas especiais e água sanitária estão na lista dos produtos que ajudam na prevenção ou proliferação do mosquito transmissor da dengue, zika ou chikungunya.

O aumento do número de casos destas doenças no País nos últimos meses causou temor na população. “As pessoas estão fazendo tudo o que podem para se prevenir. Todos os dias vêm pelo menos uns dez clientes atrás de tela mosquiteira para janelas. Tem gente que vem quase todo dia ver se chegaram os modelos com velcro. E quando chegam, acabam no mesmo dia”, disse um vendedor da C&C de São Bernardo, que preferiu não se identificar.

WHATSAPP

A família da atendente Juliana Ferreira da Cruz, 35 anos, criou um grupo no WhatsApp para divulgar os preços mais baratos destes produtos. “Todo mundo tem criança pequena e medo de pegar essas doenças. No grupo postamos promoções e quem se interessa já diz na hora. Compramos para quem dá um ok. Além de alguns itens que estão em falta, quando alguém acha, já compra para todos, como a tela mosquiteira”, disse.

O gestor da rede Drogaria Estação, Marcelo Soares, afirmou que as vendas aumentaram até 300% em algumas marcas de repelentes. “As marcas mais baratas saem mais e chegamos a esgotar os estoques em alguns dias. Atualmente só está em falta a marca Exposis, que é bem mais cara, mas dura até 10 horas no corpo”, disse.

A Drogasil afirmou que, com o crescimento de vendas desde o início do verão, negociou novos prazos de entrega dos repelentes para evitar a falta nas prateleiras. As demais drogarias também afirmaram que registraram aumento nas vendas, sem divulgar o montante.

A Coop informou que as vendas de repelentes aumentaram 137%, e que algumas marcas venderam até 60% a mais do que no ano anterior. Os demais supermercados, como o Carrefour, informaram que, apesar de não divulgarem volume de vendas, perceberam um crescimento significativo.

Comércio já enfrenta falta de itens

O ABCD MAIOR percorreu as principais redes supermercadistas, de drogarias e de materiais de construção e verificou que as telas mosquiteiras por metro e com velcro são comercializadas apenas na C&C, Leroy Merlin, Copafer e alguns depósitos de bairro, mas em todas os produtos estavam em falta.

A pesquisa de preços foi realizada entre 15 e 19/02, e por isso já pode haver alteração nos valores indicados. A tela por metro mais barata estava na Leroy Merlin por R$ 10,79 o metro. Já o preço dos modelos com velcro dependem do tamanho: a menor (1,25x1,05m) custa a partir de R$ 27,90 e a maior (1,25x2,25m) a partir de R$ 40,90. Os preços mais baixos desta opção também eram encontrados na Leroy Merlin.

Em relação ao ralos com dispositivo de fechamento, em plástico ou metal, todas as lojas possuem vários modelos, tamanhos e cores. O mais barato, de tamanho menor (10 cm) e de plástico, foi encontrado na Leroy Merlin de São Bernardo por R$ 3,09.

As demais opções para ralos com tampas especiais não foram encontradas em todas as lojas, devido à alta demanda. A Copafer foi o estabelecimento com mais opções e custavam R$ 4,18 o ralo menor (10 cm) e R$ 9,68 os modelos de 15 cm.

Para as grelhas há ainda opções que já vêm com tela anti-inseto de metal, mas o produto só foi encontrado na C&C.

SUPERMERCADOS

Nos supermercados, há grande variedade de marcas, tamanhos e modelos de inseticidas spray e de tomada. Os preços são semelhantes entre as redes e custam a partir de R$ 8,79, mas algumas redes realizam promoções na venda de kits ou refil. Os estabelecimentos também oferecem água sanitária de 1 a 5 litros vendida a partir de R$ 2,19 (1 litro).

Entre os repelentes, também são encontrados de diversas marcas, modelos e tamanhos. Apenas o Exposis está em falta na maioria das redes. Os modelos de spray e loção têm mais saída, de acordo com os revendedores.

Ainda há opção de velas e papéis com citronela que ajudam a afastar os mosquitos e estão à disposição em todas as redes.

O consumidor deve consultar os sites das grandes redes para verificar promoções destes itens. Vale lembrar que a taxa de entrega pode encarecer o produto.

Por Michelly Cyrillo - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Economia
25/09/2018 | Operação mira sonegação de R$ 100 mi de grupos cervejeiros e cerca Proibida
25/09/2018 | Greve na Argentina cancela voos no Brasil nesta terça-feira
25/09/2018 | Demanda por GNV aumenta até 350% após alta na gasolina
As mais lidas de Economia
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6196 dias no ar.