NOTÍCIA ANTERIOR
Viagem para Portugal tem romantismo em meio à natureza
PRÓXIMA NOTÍCIA
Universal Orlando terá 10 labirintos para o Halloween Horror Nights
DATA DA PUBLICAÇÃO 05/06/2018 | Turismo
Copa da Rússia: 5 dicas para quem vai curtir os jogos de perto
Copa da Rússia: 5 dicas para quem vai curtir os jogos de perto
A Copa da Rússia está chegando e muitos brasileiros já começaram a arrumar as malas para assistir aos jogos da seleção brasileira de perto. O país, que é dono da maior área territorial do planeta e o nono em número de habitantes, também se prepara para receber milhares de torcedores de diversas partes do mundo.

A Allianz Global Assistance separou algumas dicas para quem quer garantir uma estadia tranquila e ter como única preocupação a torcida pelo seu país favorito. Confira:

Você sabia que Ecaterimburgo, uma das 12 cidades-sede que vão receber os jogos da competição, está localizada na Ásia? “Para evitar grandes deslocamentos, monte seu roteiro turístico priorizando as cidades próximas daquela que você escolheu se hospedar”, afirma Mário de Almeida, executivo da Allianz Global Assistance.

As principais cidades russas são recheadas de pontos turísticos, como a Praça Vermelha, Kremlin e Catedral de São Basílio, todos localizados em Moscou. Além do Museu Hermitage e a Catedral de Santo Isaac, que ficam em São Petersburgo.

Devido à grande variação da conversão de Reais para Rublos (moeda russa) vá com Euro ou Dólar e faça o câmbio de acordo com a sua necessidade. “Outra dica é utilizar cartão de débito pré-pago, que permite depositar o valor desejável em Rublos e evitar gastos excedentes”, completa Almeida.

Contar com um seguro viagem é indispensável para quem quer garantir tranquilidade durante todo o passeio. “O seguro viagem é um item extremamente importante e deve estar contemplado no planejamento de uma viagem. Atendimento médico e extravio de bagagem estão entre os serviços mais solicitados pelos viajantes e que podem ser ressarcidos. É importante que o viajante escolha o seguro viagem mais confiável e que tenha as melhores coberturas para seu passeio”, explica o profissional.

“Por estar em outro país e com um idioma totalmente diferente – a Rússia utiliza o alfabeto cirílico e o inglês não é tão falado – o smartphone vira mais que um acessório para bater papo com os amigos ou registrar os momentos em fotos. Ele se torna essencial por conta dos seus aplicativos”, comenta Mario de Almeida.

Durante a estadia, ter aplicativos em mãos, como os de transportes, conversão de moedas e tradutores, pode fazer a diferença. Um ótimo exemplo é o aplicativo Travel Smart, que acompanha o passageiro desde o aeroporto, atualizando o status do voo, alterações de horário e a plataforma de embarque. Além disso, o app mostra os hospitais mais próximos do seu hotel e disponibiliza um dicionário de medicamentos com tradução de termos médicos em 18 idiomas.

Cada país tem as suas características culturais e comportamentais próprias. Na Rússia, ao cumprimentar uma pessoa, você deve cruzar a porta e estar ao mesmo lado dela. As garrafas vazias na mesa, segundo os russos, trazem má sorte. “O viajante precisa estar ciente dos costumes locais e se adaptar a eles. Assim é possível minimizar possíveis más impressões ou comportamentos desrespeitosos, e aproveitar inteiramente as experiências culturais que a viagem pode lhe proporcionar”, ressalta o Almeida.

E, para finalizar, o executivo dá uma última dica para quem vai curtir a Rússia no período do campeonato: “torça e vibre muito pela sua seleção do coração”.

Por Maria Beatriz Vaccari - Rota de Férias - G1
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Turismo
18/09/2018 | Brasileiros precisarão de autorização de viagem para entrar na Europa a partir de 2021
17/09/2018 | Halloween Horror Nights 2018, do Universal Orlando, já está aberto
31/08/2018 | Campos do Jordão para crianças
As mais lidas de Turismo
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6228 dias no ar.