NOTÍCIA ANTERIOR
Governo Temer pretende criar dois novos tipos de contrato de trabalho
PRÓXIMA NOTÍCIA
Crise no ramo automotivo leva ao fechamento da Labortex em Santo André
DATA DA PUBLICAÇÃO 31/08/2016 | Economia
Coop investe cerca de R$ 100 mi em reformas
 Coop investe cerca de R$ 100 mi em reformas Foto: Marina Brandão/DGABC
Foto: Marina Brandão/DGABC
A rede de supermercados Coop (Cooperativa de Consumo) está investindo em torno de R$ 100 milhões para promover melhorias em cinco lojas, sendo quatro na região. Uma delas, a sede, na Avenida Industrial, em Santo André, foi reaberta após 120 dias de reforma, que consumiu R$ 15 milhões. A principal novidade são os terminais de self-checkouts, que receberam o nome de auto caixa. Neles, o cliente pode passar até 15 itens e pagar no débito ou crédito sem a necessidade de um operador.

De acordo com o diretor-presidente da Coop, Márcio do Valle, essa novidade trará benefícios principalmente aos domingos, quando apenas a metade dos funcionários está trabalhando. “Será muito importante para reduzir as filas, que ficam enormes aos domingos. É o segundo dia da semana com maior movimento, perdendo apenas para sábado.”

A iniciativa, pioneira na região, deverá ser replicada a outras unidades que tiverem espaço para receber as máquinas.

Também foram realizadas adaptações na cadeia de frio alimentar, com fluídos que não agridem a camada de ozônio. A área de perecíveis está com praticamente o dobro de tamanho, com expositores fechados. A medida gera economia de energia. Segundo Valle, a mudança em outras unidades gerou redução mensal no mês de julho de R$ 1,4 milhão. “A conta de luz subia progressivamente. Esse resultado, portanto, foi muito expressivo.”

Também foram aplicadas iluminação em LED e mudanças no mobiliário e comunicação visual.O terreno sofreu algumas alterações, e o estacionamento não é mais o de frente para a Rua dos Coqueiros; agora quase chega à Rua Porto Carrero. Valle afirmou ter comprado terreno que dá acesso à via, e que a intenção, no futuro, é ter toda essa faixa e construir posto de gasolina.

Amanhã, a unidade de Diadema, que recebeu instalação de lâmpadas LED e cobertura do estacionamento, será reaberta.

NOVA UNIDADE - O diretor-presidente também anunciou que Ribeirão Pires receberá nova unidade, com inauguração prevista para fevereiro de 2017. É o primeiro anúncio de lançamento desde a conclusão da loja Itapark, em Mauá, em outubro de 2010.

A nova unidade ficará na Rua Santo André, no Centro Alto, e tem investimento previsto de R$ 6,3 milhões. A área a ser construída será de 1.450 m², com 150 m² para a drogaria. O estacionamento terá 55 vagas e deverão ser abertas vagas para 100 colaboradores.

A unidade será a segunda no município. Já existe estabelecimento na divisa com Mauá que, de acordo com Valle, tem público de ambas as cidades.“Essa nova unidade estará no coração de Ribeirão Pires, em área populosa, onde não há outras opções do modelo. Os moradores estão ansiosos.”

Esta será a 22ª loja da Coop na região, que também possui um posto de gasolina e nove drogarias de rua. Além disso, a rede planeja crescer 6% neste ano e é considerada a sétima maior supermercadista do Estado e a maior cooperativa da América Latina, segundo a Abras (Associação Brasileira de Supermercados), e detém 25% do ramo no Grande ABC.

Tecnologia garante segurança de terminais

A empresa responsável pela produção dos terminais de self-checkouts é a Visual Mix. De acordo com a diretora comercial da empresa, Roseli Morsch, o projeto foi pensado para, principalmente na parte da segurança, garantir que nenhuma pessoa possa tirar vantagem. O terminal conta com processo de escaneamento dos produtos, registro e colocação na sacola. Todo o sistema é desenvolvido para perceber se o item adquirido e ensacado foi o mesmo que passou pela máquina registradora, tendo até o controle do peso dos itens no saco plástico.

Roseli explica que há câmeras dentro e fora do terminal que acompanham o processo, e qualquer problema é rapidamente identificado.

Segundo ela, o retorno do investimento é rápido. “Na compra de quatro ou seis terminais, o retorno acontece em menos de um ano.” Além disso, a diretora comercial ressalta que a máquina pode evitar tanto o erro humano como, até mesmo, operadores mal-intencionados.

Desenvolvida há cinco anos, a máquina foi aplicada pela primeira vez há quatro, em Botucatu. Hoje, está disponível em Bauru, Jundiaí, no Rio de Janeiro e Paraná. Segundo Roseli, a Coop é a primeira rede de supermercados mais próxima à Capital a usar esse tipo de implemento.

Por Vinícius Claro - Especial para o Diário
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Economia
25/09/2018 | Operação mira sonegação de R$ 100 mi de grupos cervejeiros e cerca Proibida
25/09/2018 | Greve na Argentina cancela voos no Brasil nesta terça-feira
25/09/2018 | Demanda por GNV aumenta até 350% após alta na gasolina
As mais lidas de Economia
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6194 dias no ar.