NOTÍCIA ANTERIOR
Cada feira noturna em São Bernardo atrai 1,5 mil pessoas por dia
PRÓXIMA NOTÍCIA
Plano de combate à enchente é alvo de discussão há 16 anos
DATA DA PUBLICAÇÃO 11/01/2016 | Setecidades
Contra aumento da tarifa, manifestantes buscam falar com prefeitos do ABCD
Contra aumento da tarifa, manifestantes buscam falar com prefeitos do ABCD Por causa de protesto, GCMs fazem segurança do Consórcio e controle de quem entra e sai do local. Foto: Andrea Iseki
Por causa de protesto, GCMs fazem segurança do Consórcio e controle de quem entra e sai do local. Foto: Andrea Iseki
Os chefes dos Executivos da Região estão reunidos nesta segunda (11/01) em Santo André

Integrantes do Comitê Unificado contra os Aumentos de Passagens da Região estão concentrados na manhã desta segunda-feira (11/01) em frente ao Consórcio Intermunicipal, entidade que reúne as sete prefeituras do ABCD, em Santo André. O grupo pede para falar com os prefeitos que estão reunidos no local para debater assuntos regionais. No entanto, até as 10h45, não havia sinais de que os chefes dos Executivos receberiam os manifestantes.

Com megafones, faixas e cartazes, os manifestantes mostram indignação contra o aumento das tarifas municipais, sem antes ocorrer um debate com a população. Na primeira segunda-feira do ano (04/01), integrantes do movimento já tinham ido até o Consórcio solicitar reunião com os prefeitos sobre o aumento da tarifa. Por isso, o grupo acreditava que os chefes dos Executivos do ABCD aguardariam o encontro, antes de elevar o preço das passagens de ônibus. Assim como na Capital, as tarifas municipais subiram de R$ 3,50 para R$ 3,80.

Além de uma audiência pública para se discutir tarifa, outra reivindicação dos manifestantes é o acesso as planilhas de gastos das empresas de transporte público. Por causa do protesto, a GCM (Guarda Civil Municipal) está no local e faz o controle de quem entra e sai do prédio do Consórcio. Apesar disso, os guardas permitiram a entrada dos manifestantes no local para beber água e usar o banheiro.

Na Região, o movimento realizou a primeira manifestação contra o aumento das passagens neste sábado (09/01), em Mauá, quando as tarifas dos ônibus municipais, trens e Metrô passaram a custar R$ 3,80 e a passagem do trólebus, R$ 4.

Com informações de Rosângela Dias

Por ABCD Maior - Redação
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6403 dias no ar.