NOTÍCIA ANTERIOR
Fundação Casa tem posse provisória de terreno
PRÓXIMA NOTÍCIA
Estudante acusa seguranças de shopping por agressão
DATA DA PUBLICAÇÃO 28/02/2008 | Cidade
Comerciante é morto na porta de casa em tentativa de assalto
Santo André registrou um caso de latrocínio (roubo seguido de morte) na tarde de anteontem na Vila Tibiriçá. O comerciante de metais Pedro Makyama, 53 anos, tomou um tiro no pescoço quando dois ladrões tentaram roubar R$ 3.100 na porta de sua casa. À noite, outra vítima com indícios do mesmo tipo de crime foi morta. O chefe de oficina mecânica Flávio di Napoli, 58 anos, foi assassinado dentro de seu carro na Vila Gilda, perto do Shopping ABC.

Pedro Makyama foi ao Banco do Brasil na Vila Pires acompanhado da mulher. Retirou o dinheiro no caixa e colocou em um envelope.

Na porta de casa, na Vila Tibiriçá, Makyama entrou na garagem com seu Celta vermelho. Nesse momento, dois assaltantes em uma moto Honda Falcon verde se aproximaram e o garupa desceu.

“O segundo portão da garagem não abria e meu pai engatou a ré. O carro bateu na moto. O ladrão achou que ele reagiu e deu um tiro”, afirmou F.N.M, 25 anos, filho do comerciante que presenciou a ação de dentro de casa. A sua mãe estava no carro e viu todo o crime. O dinheiro não foi levado.

O tiro pegou o pescoço do comerciante. Ele foi conduzido ao Pronto Socorro da Vila Luzita, mas não resistiu.

Os latrocínios vêm se tornado constantes na região. No ano passado, foram contabilizadas 16 vítimas, a maioria delas atacadas no trânsito ou dentro dos carros. Na área da delegacia seccional de Santo André (que abrange também Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra), já foram quatro casos neste ano, sendo dois em Santo André e dois em Mauá.

“Esse é um crime difícil de fazer a prevenção. Vamos intensificar a fiscalização nos motoqueiros, pois muitos crimes são cometidos por homens em motos”, afirmou o delegado seccional de Santo André, Luiz Carlos dos Santos. Até agora ninguém foi preso pelos quatro latrocínios do ano.

Chefe de oficina é morto com dois tiros
André Vieira - Especial para o Diário

O chefe da oficina mecânica da concessionária Itavema, em Santo André, Flávio Di Napoli, 58 anos, é mais uma possível vítima de latrocínio. No começo da noite de anteontem, enquanto voltava para casa, no bairro Paulicéia, em São Bernardo, ele foi morto a tiros dentro do próprio carro, um Fiat Uno vermelho, na Rua Caminho do Pilar, altura do número 280, na Vila Gilda, em Santo André, próximo ao Shopping ABC.

As testemunhas afirmaram à polícia que os disparos foram efetuados por ocupantes de uma moto Falcon preta.

Di Napoli foi atingido por dois tiros, no rosto e no ombro esquerdo. Parentes acreditam que ele pode ter sido morto durante uma tentativa de assalto, mas nada foi roubado.

Flávio Di Napoli foi sepultado ontem, às 16h15, no cemitério Jardim da Colina, em São Bernardo. A policia ainda não tem informações sobre os assassinos.

O major Heitor José Frare,do CPA-M6 (Comando de Policiamento de Área Metropolitana da Polícia Militar), afirmou que a corporacão está realizando nos batalhões de Santo André, Diadema e Mauá, ações específicas voltadas para o combate de homicídios. “Embora as operações sejam direcionadas ao homicídio, os demais delitos, incluindo o latrocínio, também são combatidos.”

Por Luciano Cavenagui - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6472 dias no ar.