NOTÍCIA ANTERIOR
CPTR de Mauá tem 924 vagas em aberto
PRÓXIMA NOTÍCIA
Alckmin pede votos para Vanessa Damo
DATA DA PUBLICAÇÃO 20/10/2012 | Cidade
Com Donisete, Lula se coloca como elo de Mauá com a União
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou ontem a Mauá para subir no palanque do candidato a prefeito pelo PT, Donisete Braga. Em comício que reuniu aproximadamente 3.000 pessoas na Avenida Portugal, o líder petista mostrou disposição em ser elo da cidade com a União, caso o companheiro seja eleito no dia 28.

"Terei muita facilidade para vir aqui e discutir qualquer problema. Mauá não pode ser menos importante que São Bernardo, Santo André ou qualquer outra cidade. Estou disposto a falar com a (presidente) Dilma (Rousseff) e todos os ministros para que as coisas aconteçam mais rápido", discorreu.

No discurso, o ex-chefe da Nação ressalvou que a captação de recursos junto ao governo federal depende da apresentação de "projetos de qualidade" do município. "Somos amigos de muita gente, mas governar não é fazer clube da amizade."

Lula avaliou que "se não fosse pelo dedo de Deus" não teria sido presidente. Lembrou não possuir diploma universitário e afirmou que "inteligência não tem nada a ver com anos de estudo". "Universidade é outra coisa. Você adquire conhecimento específico."

Na sequência, revelou frustração por não ter conseguido inaugurar o campus Mauá da UFABC (Universidade Federal do ABC) como presidente. "Mas agora vocês podem escrever. O ministro (da Educação) Aloizio Mercadante já tem o terreno do INSS (no Parque São Vicente) e vai fazer."

Lula aconselhou Donisete a, se eleito, não esquecer os compromissos firmados na campanha, dizendo que será o primeiro a cobrar o correligionário. "Terá de ir para a rua, olhar seu povo no olho, que, mesmo na dificuldade, saberá entender as ações do governo." E brincou com o companheiro, que, no discurso anterior, lembrou sua chegada a Mauá, "carregando dez galinhas caipiras". "Não tive este privilégio. Rodei 13 dias num pau de arara só com duas sacas de farinha (saindo do Nordeste e desembarcando em Santos)".

Esta foi a segunda vez nesta eleição que o ex-presidente subiu no palanque de Donisete Braga. O candidato já havia realizado comício com Lula, no mesmo lugar, no dia 24.

Prefeiturável exalta governos do PT

Em seu discurso, Donisete Braga exaltou os três "governos de transformação" do PT em Mauá, encabeçados pelo prefeito Oswaldo Dias. O candidato pediu para que os eleitores reflitam sobre o abandono da cidade antes de 1997 (quando Oswaldo assumiu seu primeiro mandato) e entre 2005 e 2008, na gestão de Leonel Damo (que teve todas as finanças reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado), pai de Vanessa Damo (PMDB), sua adversária no segundo turno.

"Antes de 1997 o povo tinha vergonha de dizer que morava em Mauá. Chegava em São Paulo e era conhecido pelo pé sujo de barro. O Oswaldo resgatou nossa autoestima", considerou.

Os prefeitos de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), e de Ribeirão Pires, Clóvis Volpi (PV), subiram no palanque, assim como o terceiro colocado no primeiro turno, Atila Jacomussi (PPS), e o ex-jogador Marcelinho Carioca.

Hoje, Donisete lidera carreata (que parte do Jardim Oratório, às 10h) com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior. Amanhã, às 12h, vai ao Parque das Américas com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

Por Mark Ribeiro - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
As mais lidas de Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
As mais lidas no Geral
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6239 dias no ar.