NOTÍCIA ANTERIOR
Vacina contra gripe comum pode elevar risco de ter H1N1, diz pesquisa
PRÓXIMA NOTÍCIA
Postos de saúde abrem neste sábado para vacinação contra gripe suína
DATA DA PUBLICAÇÃO 09/04/2010 | Saúde e Ciência
Clínicas particulares terão vacina contra a gripe suína na semana que vem
A vacina contra a gripe suína começa a chegar a clinicas particulares na semana que vem, segundo o laboratório Solvay Pharma, fabricante que pertence à Abbott e é o único que já conseguiu aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para disponibilizar sua vacina na rede privada.

O preço médio será de R$ 80, segundo clínicas ouvidas pela Folha que já programam para iniciar as aplicações na próxima semana. É o caso da Vaccin, da Clínica Faster e da Pró Vacina, todas de São Paulo. Não há um dia exato para o início.

A vacina é diferente da usada pelo Ministério da Saúde na campanha nacional. A dose adotada pelo governo é a monovalente --protege apenas contra a gripe suína. Já as clínicas terão doses trivalentes, que imunizam também contra dois vírus da gripe comum.

Essa proteção mais abrangente é uma das vantagens da vacina tríplice apontada por Novartis e Sanofi, que esperam autorização da Anvisa para também vender seus produtos.

Esses fabricantes afirmam ainda que a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda a vacina contra as três gripes.

Disponível

Segundo o ministério, a monovalente era a disponível no mercado em outubro, quando iniciou a compra das doses.

Nas clínicas particulares, pessoas que não estão na campanha oficial poderão buscar a imunização. Recebem doses do ministério grávidas, pessoas entre 20 e 39 anos, crianças até dois anos e doentes crônicos, entre outros grupos de risco.

O preço médio de R$ 80 a ser desembolsado é composto do valor máximo do medicamento determinado pela Anvisa (R$ 44,11 ou pouco menos, dependendo do ICMS do Estado) e do serviços cobrado pela clínica pela aplicação, conservação do produto, armazenamento etc.

Para a infectologista da Unifesp Nancy Bellei, a dose pode ser importante para crianças maiores de dois anos e adolescentes, não incluídos na campanha. Segundo ela, a incidência da doença foi alta nesse grupo em 2009 (16% dos casos).

Pessoas que costumam ficar bastante tempo em locais fechados com aglomerações, no metrô, por exemplo, também deveriam se vacinar, diz ela.

O Fleury diz que ainda não têm previsão para disponibilizar a vacina para seus clientes. Delboni e Lavoisier não responderam à ligação da Folha.

Por Márcio Pinho - Reportagem Local / Folha Online
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Saúde e Ciência
20/09/2018 | Campanha contra sarampo e poliomielite segue na região
19/09/2018 | É melhor dormir com ou sem meias?
19/09/2018 | Forma de andar mostra os vícios de postura
As mais lidas de Saúde e Ciência
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6239 dias no ar.