NOTÍCIA ANTERIOR
Frentista é morto dentro de lanchonete no Taboão
PRÓXIMA NOTÍCIA
Vírus da gripe suína circula em São Bernardo
DATA DA PUBLICAÇÃO 22/07/2009 | Setecidades
Cidades do ABCD se preparam para vacinação antirábica
A raiva é uma doença infectocontagiosa que pode ser transmitida dos animais ao seres humanos, causada por um vírus do gênero Lyssavirus, que se multiplica pelos nervos periféricos até o sistema nervoso central. Atinge vários mamíferos, inclusive o homem, mas os carnívoros são mais afetados (cães, gatos, raposas, chacais e lobos), podendo levar a graves distúrbios no sistema nervoso central, com 100% de letalidade.

Segundo Leonardo Brandão, veterinário e professor da Universidade Metodista, a prevenção da raiva é o melhor procedimento, pois evita desgastes e sofrimentos do animal e do próprio dono. “A vacinação anual é fundamental para o controle da raiva em cães e gatos, mesmo os animais que vivem em casa ou apartamento, devem ser vacinados.”

De acordo com o professor, é preciso atenção, pois recentemente a Secretaria Estadual de Saúde registrou um caso de raiva em um morcego, em Campinas, o que indica a incidência da doença na região e sinaliza a importância da vacinação para que o foco não se espalhe. “Aconteceu em 2005 em Campinas, mas poderia ser aqui, no ABC.”

Maria de Lourdes Reichmann, membro do Instituto Pasteur, de São Paulo, a administração da vacina nas cadelas em gestação ou lactação também é de fundamental importância. “Os anticorpos maternos são a única proteção efetiva que os filhotes recebem. Tanto é verdade que não existem registros de raiva em cães e gatos até os seis meses de idade, desde que nascidos de mães adequadamente vacinadas”, explica.

Vacinação - A Prefeitura de São Bernardo, por meio do Centro de Controle de Zoonoses, realiza no mês de agosto campanha para a prevenção da raiva animal. Cães e gatos com mais de três meses de idade devem ser vacinados.

Ao todo serão 90 pontos espalhados pela cidade em dias e horários alternados. A vacina é gratuita e haverá postos móveis em escolas municipais, parques e centros esportivos. O centro de Zoonoses da cidade também atenderá todos os dias os animais.

Em São Caetano, a campanha será de 11 a 22 de agosto. Serão 43 postos de vacinação, sendo um fixo, ou seja, que vai funcionar todos os dias, de segunda a segunda, no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), localizado na rua Justino Paixão, 141, Bairro Mauá.

Os outros 42 postos serão móveis e estarão espalhados pela cidade, sendo que de segunda a quinta-feira serão quatro postos por dia, sexta-feira e sábado três postos e domingo dois postos. De acordo com a assessoria de imprensa da cidade, o objetivo é vacinar todos os cães e gatos da cidade.

Por Paula Cristina - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2021 - Desde 2003 à 6770 dias no ar.