NOTÍCIA ANTERIOR
Donisete Brava congelará pagamento a fornecedores
PRÓXIMA NOTÍCIA
Quartum Crescente concorre a prêmio nacional
DATA DA PUBLICAÇÃO 19/02/2013 | Cidade
Chuvas continuam a atrapalhar vida da população mauaense
As fortes chuvas de verão que vêm atingindo as cidades da Grande São Paulo continuam a causar problemas para a população. Na tarde do último domingo (10), a cidade de Mauá voltou a registrar pontos de alagamentos após mais um temporal atingir a cidade.

Um dos pontos que registraram situação mais crítica foi Avenida João Ramalho, na altura do Teatro Municipal. A via ficou novamente alagada, impedindo o trafego no local por algumas horas. A região possui um dos quatro piscinões de Mauá, equipamentos que deveriam, justamente, evitar esse tipo de problema.

Desde o início do ano, a cidade tem sofrido com esse tipo de situação. Logo na primeira semana de 2013, as fortes pancadas de chuva ocasionaram diversos casos de alagamento. Pontos como o Terminal Rodoviário Central e a estação de trem de Mauá, que possuem um grande fluxo diário de pessoas, ficaram alagados. Vias como a Avenida Castelo Branco, no Jardim Zaíra, entre outras, também foram afetadas pelas chuvas.

Na época, o prefeito Donisete Braga (PT) visitou os locais mais afetados pelas chuvas e prometeu intensificar os trabalhos para evitar novos problemas. “Dessa forma conseguimos ficar atentos e preparados para alertar as regiões de áreas de risco. Visitei vários pontos da cidade para nortear ações que serão iniciadas a partir de amanhã (09/01), visando evitar futuros transtornos como os que foram causados à população durante o temporal de hoje (08/01). Vamos trabalhar com afinco, inclusive em conjunto com o Governo do Estado, conforme promessa feita hoje (08/01) pelo governador Geraldo Alckmin, para resolver esta questão”, afirmou prefeito na oportunidade.

Perguntada pela equipe do Jornal Opinião Pública sobre os sucessivos alagamentos em vários pontos da cidade, a Prefeitura Municipal afirmou que já tem um mapeamento dos principais pontos de alagamento da cidade e que a atuais ações para diminuir os problemas nessas regiões é “manter os equipamentos de drenagem e córregos/rios limpos”. O Executivo também explicou qual o principal motivo para as seguidas enchentes. “Os principais locais de alagamentos são motivados pelo refluxo dos córregos/rios que requerem ações e obras de grande vulto, como construções de piscinões, sendo que os alagamentos menores estão sendo objeto de estudos de microdrenagem e posterior execução”.

Quanto às ações realizadas atualmente para conter o problema, a Prefeitura explicou. “Estão sendo realizados os serviços de limpeza de bocas de lobo e galerias, remoção de resíduos de galerias junto aos córregos, além de recolha de inservíveis depositados clandestinamente em logradouros públicos”.

Já em relação a situação dos piscinões e dos córregos da cidade, as situações parecem distintas. De acordo com a Administração municipal, “atualmente os piscinôes encontram-se assoreados diminuindo-se sua capacidade de retenção”, tendo sua última limpeza “realizada no início de 2012, sendo que o piscinão de Capuava foi feita parcialmente”. Ainda segundo a Prefeitura, “conforme acordado entre o Governo Estadual e o Consórcio Intermunicipal, é responsabilidade do estado a limpeza dos piscinões”. Os principais córregos da cidade, por suas vezes, “foram limpos antes do período das chuvas e as bocas de lobo são limpos constantemente”.

Equipes da Secretaria de Saúde de Mauá orientam moradores de regiões alagadas

Visando auxiliar a população afetadas pelos alagamentos na cidade, as equipes da Secretaria da Saúde da Mauá iniciaram, na última semana, um trabalho especifico para atender a essas regiões. Segundo a Prefeitura do município, ações de cunho educativo, entre outras, orientando a população com relação a sintomas relacionados a doenças como leptospirose, já foram desenvolvidas pelas Unidades de Saúde dos jardins São João e Santista.

Além da orientação à população, os membros das equipes de saúde estão realizando avaliações da situação vacinal dos moradores que possuem cartão de vacinação, e atualizando-o conforme a necessidade de cada pessoa. Já as equipes de controle de zoonoses estão providenciando a desratização dos locais que foram alagados.

A população também recebe orientação quanto à limpeza do ambiente, incluindo móveis, utensílios, vestuário e até mesmo itens de alimentação.

A equipe de Vigilância Epidemiológica, junto com a coordenação de Atenção Básica orienta os profissionais das unidades de saúde para a identificação de doentes mais precocemente possível, qualificando assim a assistência prestada a população.

Por Jornal Opinião Pública - Redação
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2022 - Desde 2003 à 7007 dias no ar.