NOTÍCIA ANTERIOR
Cantareira volta a receber chuva após quatro dias e sobe para 10,8%
PRÓXIMA NOTÍCIA
Aposta de SP acerta Mega-Sena e leva prêmio de R$ 3 milhões
DATA DA PUBLICAÇÃO 26/02/2015 | Geral
Chuva na Vila Prudente superou 50% do esperado para o mês em São Paulo
Tempestade estacionou sobre a região, segundo órgão climatológico.

Avenida Anhaia Melo ficou alagada; trens da CPTM foram depredados.


A chuva que atingiu a região da Vila Prudente, na Zona Leste de São Paulo, ao longo de três horas na tarde de quarta-feira (25) superou a metade do esperado para todo o mês de fevereiro em toda a cidade. Das 16h às 19h, choveram 111,4 mm, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). O balanço foi divulgado pela Prefeitura de São Paulo na madrugada desta quinta-feira (26).

Segundo o órgão climatológico da prefeitura, a chuva foi favorecida pelas temperaturas acima de 30 ºC. As nuvens se deslocavam em direção ao ABC paulista e estacionaram na Vila Prudente ao encontrar uma brisa marítima.

As subprefeituras da Sé, Mooca, Vila Prudente e Ipiranga entraram em estado de alerta por volta das 17h. Os córregos da Mooca e do Ipiranga, ambos da bacia do rio Tamanduateí, mais as chuvas intensas que atingiram a região de São Caetano e de Santo André provocaram inundações na Avenida Professor Luiz Inácio de Anhaia Melo, Avenida do Estado, Avenida Presidente Wilson, até a região do Parque D. Pedro 2º.

O temporal atingiu com força ainda outros bairros de São Paulo e cidades da região metropolitana. Uma pessoa morreu eletrocutada na Rua Tupi, em Santa Cecília, na região central após a queda de uma árvore. O administrador de empresas José Machado, de 47 anos, estava no local do incidente para uma entrevista de emprego.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a planta caiu sobre a rede elétrica da via por volta das 15h10. Machado foi atingido pelos fios após estacionar o carro e descer do veículo. Ele chegou a ser socorrido no local, mas não resistiu aos ferimentos. “Acho que 99% do ser humano vai ter essa reação [sair do carro]. Ele não é o último e também não foi o primeiro", defendeu Walmir Donizete, irmão da vítima.

A chuva travou linhas da CPTM, e houve depredação. O temporal fez ainda a cidade enfrentar trânsito recorde no ano, de 294 km às 19 horas. Segundo a Secretaria de Coordenação de Subprefeituras, foram registradas 16 quedas de árvores na cidade, entre 14h e18h.

Vila Itaim
A Vila Itaim voltou a ficar alagada devido às chuvas. Pelo menos 18 ruas estavam alagadas a uma altura de 90 centímetros. Cinco bombas e dois caminhões sugadores trabalham para escoar as águas. Cerca de 90 crianças foram retiradas da creche Cantinho do Céu por meio do bote, sem registro de incidente.

Por conta da chuva, o atendimento que estava sendo feito às famílias com distribuição de cestas básicas e colchões foi interrompido por volta das 15h e deve retornar nesta quinta-feira.

Equipes da Guarda Civil Metropolitana (GCM), Defesa Civil e da Coordenação das Subprefeituras trabalham no local.

Por G1, em São Paulo
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Geral
25/09/2018 | Golpe do ''motoboy'' é o crime da moda
25/09/2018 | Há quatro meses faltam medicamentos no SUS
25/09/2018 | Redução de pressão de água é eficaz, mas exige medidas, diz professor
As mais lidas de Geral
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6196 dias no ar.