NOTÍCIA ANTERIOR
Mais da metade dos motoristas no Brasil não dá seta ao mudar de faixa, diz pesquisa
PRÓXIMA NOTÍCIA
''Piloto automático'' da Tesla é parcialmente culpado por morte nos EUA
DATA DA PUBLICAÇÃO 12/09/2017 | Veículos
Chevrolet Tracker e Ford EcoSport travam duelo
O modelo da direita, vulgo, Ford EcoSport, chegou em 2003 pisando em terreno ainda desconhecido: o de utilitários compactos. De lá para cá, diversos concorrentes de várias marcas apareceram no intuito de conquistar clientes. Dentre elas, a General Motors, que passou a importar o Tracker do México – modelo ganhou reestilização recentemente.

Para ver quem se sai melhor nesta disputa, resolvemos convocar ambos para um confronto. De um lado, a versão topo de linha (LTZ) do Chevrolet, que carrega o motor 1.4 turbo flex de até 153 cv e valor a partir de R$ 93.490. Do outro, a configuração intermediária (FreeStyle) do Ford. Nela, figura o novo bloco 1.5 três cilindros de 137 cv de potência máxima. Não sai por menos de R$ 86.490.

Apesar de ser quase R$ 10 mil mais caro, o Tracker chama menos atenção nas ruas. Sim, a última reestilização do EcoSport (lançada em julho) fez bem ao modelo, que ganhou também em jovialidade na versão avaliada, graças ao tom escurecido das rodas, maçanetas e retrovisores.

Se do lado de fora o Eco ganha em estilo, o interior rende pontos ao GM, que abusa menos do plástico e é um pouco mais espaçoso – entre-eixos tem 2,56 metros, 4 centímetros a mais que o rival. A tela (touch screen) é mais bem posicionada no Tracker, mas o EcoSport ganha em funcionalidade, tamanho e resolução.

Com o pé cravado no acelerador e ao contornar as curvas, as respostas do EcoSport são melhores – só ele tem controle de estabilidade. Porém, o Tracker é mais esperto (o torque é maior), com superioridade também no trabalho do câmbio automático de seis velocidades. Na mesma configuração, a transmissão do Ford acaba amarrando o carro em determinados momentos, como em ultrapassagens, por exemplo. Porém, a ajuda das aletas atrás do volante (indisponíveis no GM) é essencial neste momento.

O motor turbo do Tracker consome menos (10 km/l, contra 7,6 km/l), mas não empolga. Além disso, o jipinho mexicano fica devendo em itens como ar-condicionado automático digital e número de air bags. A GM cobra R$ 3.100 pelas bolsas infláveis laterais e de cortina, já o EcoSport é o único da categoria com sete, de série.

Por Vagner Aquino - Diário Online
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Veículos
19/09/2018 | Volkswagen faz recall de uma unidade do Tiguan Allspace
19/09/2018 | Detran.SP leiloa 287 veículos na Grande São Paulo
18/09/2018 | Prefeitura de SP lança site para divulgar dados sobre acidentes de trânsito
As mais lidas de Veículos
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6239 dias no ar.