NOTÍCIA ANTERIOR
Daee garante eficácia de piscinões do Grande ABC
PRÓXIMA NOTÍCIA
Prefeituras discutem aplicação de multa em estacionamentos privados na região
DATA DA PUBLICAÇÃO 27/10/2017 | Setecidades
Castração é retomada em São Bernardo
Castração é retomada em São Bernardo Programa municipal promete zerar fila de espera de 1.500 animais até janeiro; serviço é gratuito. Foto: Celso Luiz/DGABC
Programa municipal promete zerar fila de espera de 1.500 animais até janeiro; serviço é gratuito. Foto: Celso Luiz/DGABC
“Cadastrar seu bicho é um ato de cuidado e amor.” A frase corresponde à nova campanha da Prefeitura de São Bernardo, que retomou o programa de castração de cães e gatos no município. O projeto foi apresentado ontem pelo prefeito Orlando Morando (PSDB), no Centro de Controle de Zoonoses. A meta é, até janeiro, zerar a fila de espera, que reúne 1.500 animais. “Quando acabarmos com o banco de espera realizaremos cerca de 400 atendimentos mensais”, salientou o prefeito.

Na cidade, abril foi o último mês de realização de castração gratuita de animais, quando 265 bichos foram beneficiados. “Agora, vamos fazer melhor e gastar menos”, enfatizou Morando em menção à redução de R$ 120 mil do novo contrato – que tem vigência de um ano, podendo ser prorrogado por mais um – em relação ao anterior, à época da gestão de Luiz Marinho (PT). Em números, baixou de R$ 500 mil para R$ 380 mil.

A clínica vencedora da licitação contratual é a VetShow, que fica em Santo André. A promessa da Prefeitura é, até zerar a fila de espera, atender o público de domingo a domingo.

PASSO A PASSO

A novidade vai funcionar assim: o munícipe se inscreve por meio do telefone 4365-3349 ou pelo e-mail controle.populacional@saobernardo.sp.gov.br. No ato do cadastro, serão solicitados os documentos (RG, CPF e comprovante de endereço) a fim de confirmar a residência em São Bernardo.

IMPORTÂNCIA

Sem contraindicação, a castração serve para prevenir a transmissão de doenças e também amansar o comportamento dos animais, uma vez que suprime seu porte de hormônios sexuais (testosterona, no macho, e estrogênio, na fêmea). De acordo com a veterinária Débora regina Celisberto, dona da VetShow, “todos os cães e gatos com mais de 2 meses de idade já podem passar pelo procedimento, que é fundamental, também, para controlar a população de animais, evitando assim o número de bichinhos abandonados”.

De acordo com Débora, o percentual entre cães e gatos a serem castrados é, praticamente, de 50% para cada, “porém, 75% são fêmeas”, contextualiza. Segundo o Centro de Controle de Zoonoses de São Bernardo, quando realizado antes do primeiro cio, o ato reduz a 0,5% as chances de tumor de mama nas fêmeas.

Por Vagner Aquino - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2021 - Desde 2003 à 6771 dias no ar.