NOTÍCIA ANTERIOR
Desespero e angústia para quem ficou na enchente
PRÓXIMA NOTÍCIA
Reflexos da chuva ainda estão por aí
DATA DA PUBLICAÇÃO 20/01/2011 | Setecidades
Caos na cidade: Transbordamentos param Santo André
A cidade de Santo André, no Grande ABC, virou um caos. A região foi atingida por fortes chuvas, nesta terça-feira (18). Desta vez não houve vítimas fatais.

Os principais córregos do município transbordaram tomando conta de ruas e avenidas. A dificuldade de se transportar para outras regiões foi grande, fazendo com que moradores de municípios vizinhos permanecessem na cidade por horas.

Segundo dados registrados pelas estações meteorológicas do Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André, o Semasa, o índice pluviométrico foi em média 62 mm. O volume é considerado o maior do ano, até então.

Efeitos - Foram registrados 32 pontos de alagamento em três principais córregos da cidade, atingindo os bairros Capuava, João Ramalho, Santa Terezinha, Utinga, Jaçatuba, Vila Pires, Homero Thon, Vila América, Palmares e Sacadura Cabral.

Algumas regiões ainda ficaram sem luz. Cerca de 30 semáforos tiveram problemas e não funcionaram. A escuridão era total e foi necessária muita atenção dos motoristas e pedestres para se deslocarem.

Houve ainda a denúncia de queda de 28 árvores, 22 vistorias em muros, 17 vistorias em edificações e 6 pontos de deslizamento próximos a Utinga e a Santa Terezinha. As bacias dos córregos tiveram avarias, principalmente a da Avenida dos Estados e ruas próximas.

Ventos no bairro Paraíso registraram velocidade de aproximadamente 100 km/h, e em Erasmo Assunção atingiram 87km/h, segundo as estações meteorológicas do Semana.

Manifestação - Na tarde desta quarta-feira cerca de 50 moradores, bloquearam a Rua Aurora, em Santo André, nas imediações da Rua Oratório.

Os manifestantes se muniram de lixo e pedaços de móveis destruídos pelas enchentes de ontem para bloquear o acesso a rua, e solicitaram a presença do prefeito Aidan Ravin (PTB) no local.

Segundo a assessoria do prefeito, foi enviado um assessor para analisar se havia a necessidade da visita do prefeito, já que foi dito que ele não pode comparecer em todas as manifestações que exigem sua presença.

Ao ser indagado de qual seria um motivo que valeria o deslocamento do prefeito, a resposta ouvida foi: “Depende do caso”.

Em relação às medidas que a prefeitura tomou para prevenir enchentes e transbordamentos, foi informado que a limpeza dos bueiros é feita regularmente, contudo, assumiram que só isso não é o suficiente.

Foi comentado ainda que a cidade tem outras prioridades a serem trabalhadas antes do que a prevenção de transbordamentos de córregos. Sobre estas prioridades foi apenas comentado saúde e educação.

A assessoria enviou à imprensa, nesta quarta-feira, um comunicado no qual diz quais foram às ações de rescaldo das chuvas. Comentou implicitamente, ainda, que a causa dos trasbordamentos foi a grande quantidade de águas, excluindo sua possível culpa no incidente.

Já o Semasa declarou que um caminhão foi enviado ao local da manifestação para a limpeza das ruas. Será, então, que é necessária uma manifestação da população para a higienização de áreas afetadas?

Pós-chuvas - Foram mobilizados cerca de 1.200 funcionários da prefeitura e do Semasa para a limpeza da cidade, que ficou extremamente suja após as chuvas. De acordo com a assessoria da prefeitura as equipes estão concentradas nos bairros mais antigos da cidade.

Já bairros como Santa Terezinha, até a tarde desta quarta-feira (19), não receberam auxílio na limpeza. A entrada da passarela que atravessa a Av. do Estado, neste mesmo bairro, estava intransitável devido a grande quantidade de lama em sua entrada.

A prefeitura de Santo André suspendeu a cobrança de Zona Azul, apenas nas ruas do Centro, nesta quarta-feira (19).

Reunião com o governador - Por volta das 19h, a assessoria do prefeito Aidan Ravin emitiu nota de uma reunião entre o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o prefeito e o secretário de Gabinete, de Saúde e de Finanças, Nilson Bonome, no Palácio dos Bandeirantes.

Entre os assuntos discutidos na reunião, destaques para as construções de moradias populares em Santo André e ampliação no número de piscinões na região.

Por Flávia Ferreira - Estação Noticia
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6197 dias no ar.