NOTÍCIA ANTERIOR
Dieta força cérebro a comer a si mesmo e aumenta fome
PRÓXIMA NOTÍCIA
Boneca que mama ''no peito'' causa controvérsia nos EUA
DATA DA PUBLICAÇÃO 03/08/2011 | Saúde e Ciência
Campanha contra Hepatite C realiza mais de 2,3 mil exames
O Hospital Estadual Mário Covas, em parceria com o Laboratório Roche, organizou na última semana - de 25 a 29 de julho - campanha gratuita para detecção precoce da hepatite C. O atendimento no próprio hospital foi responsável pela realização de 2.309 quick tests – exame rápido para diagnóstico imediato da presença do vírus. O exame é simples e consiste em rápida picada no dedo para coleta de uma gota de sangue, como é feito nos testes de diabetes. O sangue é colocado em equipamento que emite o diagnóstico em no máximo 15 minutos.

“Os testes com resultado negativo foram dispensados. Já os positivos serão tratados no próprio Hospital Mário Covas ou na unidade de saúde de referência mais próxima da residência do paciente”, explica o infectologista do HEMC e professor da Faculdade de Medicina do ABC, Dr. Munir Akar Ayub, que acrescenta: “Tivemos 34 pacientes com indicação positiva para a doença, mas vale lembrar que o resultado do quick test não é definitivo. Encaminhamos todos para confirmação diagnóstica por meio de exames de sangue mais específicos”.

A campanha no Hospital Mário Covas faz parte das iniciativas globais organizadas em torno do “Dia mundial de luta contra as hepatites virais”, celebrado em 28 de julho.

Doença silenciosa: A hepatite é uma doença silenciosa e pode ocorrer de diversas formas, sendo as mais comuns as ocasionadas pelos vírus A, B e C. O principal problema das hepatites é que normalmente são assintomáticas. Os pacientes infectados não costumam manifestar sintomas no início do contágio e quando procuram tratamento geralmente a doença já está na fase crônica.

No caso da hepatite A, estima-se que mais de 90% da população da cidade de São Paulo já tenham tido contato com a doença. A ocorrência elevada se dá pelo fácil mecanismo de contágio, principalmente pelo contato com água ou alimentos contaminados com fezes. Apesar da grande quantidade de infectados, a doença não cronifica e existe meio preventivo por meio de vacina. Não existe tratamento medicamentoso para a doença e os sintomas desaparecem, geralmente, entre seis e oito semanas.

A maior preocupação relacionada às hepatites diz respeito aos vírus B e C. Mais de 400 milhões de pessoas no mundo estão infectadas pela hepatite B. Além da principal via de transmissão – a sexual –, também existe a contaminação materno-fetal por esse vírus. O leite materno é outro transmissor, assim como secreções humanas como saliva, transfusões sanguíneas, compartilhamento de seringas e agulhas e demais meios em que ocorre o contato com o sangue. A vacina contra hepatite B é gratuita e abrangente a toda população.

Já a hepatite C atinge mais de 200 milhões de pessoas no mundo. As vias de transmissão mais comuns são seringas e agulhas compartilhadas por usuários de drogas. Não existe vacina para hepatite C e o tratamento é medicamentoso. Entre as principais complicações causadas pelas hepatites B e C estão hepatite crônica, insuficiência hepática, cirrose e câncer de fígado. “O diagnóstico precoce é fundamental para o tratamento efetivo contra a doença, tendo em vista que a maior parte das hepatites não apresenta sintomas. Em geral, quando o paciente procura atendimento com alguma queixa é porque a doença está em fase avançada. O fígado já não responde adequadamente e as terapias podem não surtir efeito, restando como opção apenas o transplante", ressalta o infectologista do HEMC, Dr. Munir Akar Ayub.

Por Informações à Imprensa com Eduardo Nascimento - Comunicação Fundação do ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Saúde e Ciência
20/09/2018 | Campanha contra sarampo e poliomielite segue na região
19/09/2018 | É melhor dormir com ou sem meias?
19/09/2018 | Forma de andar mostra os vícios de postura
As mais lidas de Saúde e Ciência
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6290 dias no ar.