NOTÍCIA ANTERIOR
Multishow explica veto a piada em ''Chapolin''
PRÓXIMA NOTÍCIA
Robbie Williams canta na abertura da Copa do Mundo nesta quinta, entre polêmica com russos e ''sonho de infância''
DATA DA PUBLICAÇÃO 11/06/2018 | Cultura
Bruna Marquezine desabafa sobre título de namorada do Neymar: - Minha existência nesse mundo não se resume ao meu namorado
Se tem um casal que causa alvoroço por onde passa nos dias de hoje, ainda mais em semana de estreia na Copa do Mundo, ele é formado por Bruna Marquezine e Neymar. Juntos há seis anos, mas com um relacionamento cheio de idas e vindas, os dois estão juntos sempre que podem e já revelaram que querem morar juntos em breve. Mas o fato de estarem tão expostos faz, também, com que eles passem por algumas situações nada agradáveis. Foi sobre isso que Bruna conversou com a colunista Marina Caruso, do jornal O Globo, abrindo o coração.

Dentre seus desabafos está o fato de ela ter escrito uma carta resposta a um jornalista que disse que era hora de ela escolher se seria atriz ou namorada do Neymar. E foi ela mesmo que escreveu:

- Me orgulho disso. Por que ninguém pergunta pro Neymar se ele vai largar a carreira? Por machismo! Peço para minha assessora de imprensa não me mandar coisas negativas ou mentirosas para que eu não queira responder e ponha mais lenha na fogueira dos outros. Mas por causa de um tweet de uma fã me defendendo acabei pegando a matéria para ler. E, como estou chegando no meu limite, decidi me posicionar. Uma matéria por mês te detonando, você aguenta. Três, quatro por semana, não dá. Me sinto perseguida.

Após ter assumido essa postura, sua assessora de imprensa ainda pontuou que este pode ser um novo momento para a atriz:

- Ela disse, brincando: Bruna, acho que uma revolução começa agora. E é isso, comecei minha revolução. Sou uma pessoa pública. Preciso usar minha voz.

No dia seguinte à carta, ela conta que recebeu uma mensagem do namorado:

- Ela que começava com a tal manchete: Para que lado vai Bruna Marquezine: carreira ou namorada do Neymar?. E seguia: Você vai para onde houver luz, porque é uma pessoa iluminada. Não deixe que essas coisas te abalem. Quem tem que escolher um lado, sou eu e eu escolho o seu (chora). O texto teve uma função no meu relacionamento. Não vim de um lar feminista, nem ele. Mas o fiz enxergar algo importante, e isso me tocou.

No meio do bate-papo, Bruna ainda falou sobre os atrasos às gravações de Deus Salve o Rei, onde interpreta a vilã Catarina, as quais deram início a esse tipo de notícia entre os dois:

- Me atrasei durante um período em que estava passando por mil coisas: problemas pessoais, campanhas publicitárias. Nem tudo é relacionado ao Neymar. Estava cansada, não me comprometi como deveria. Errei. Pedi desculpas ao meu diretor e ele entendeu. Meu vacilo era com o horário, não com o trabalho. Chegava lá com o texto decorado, as cenas na cabeça. Atrasar é horrível, cafona, deselegante. Também não queria ter me atrasado para esta entrevista, mas aconteceu. Agora, relacionar isso com o Neymar é cruel. Tudo é culpa dele? Sou mais do que isso. Minha existência nesse mundo não se resume ao meu namorado. E Quando ele diz que a escolha não está na minha mão, mas na dele, e garante estar do meu lado, me respeitando e respeitando meu trabalho, ele está se posicionando, me apoiando. A carreira dele tem curta duração. A minha, não. Se tiver papel para mim com 90 e poucos anos, vou fazer.

Vida a dois

Bruna também aproveitou a entrevista para esclarecer se vai ou não casar com Neymar em breve:

- Não quero botar o carro na frente dos bois. Nosso próximo passo é morarmos juntos porque, depois de seis anos, entre idas e vindas, queremos ficar grudados. Só vai rolar quando for possível pra mim e pra ele. Todas as vezes em que terminamos e voltamos saíram as mesmas matérias: 1) teve traição, 2) voltaram 3) noivaram 4) Bruna está grávida. Já engravidei umas quatro vezes. Também já marquei vários casamentos. Me ofereceram até vestido.

E ela ainda aproveitou para falar sobre as vezes em que terminou o namoro antigamente, quando chegaram a dizer que ela não teria gostado da ideia de casamento:

- Sou muito independente, dona da minha vida. Não suporto a ideia de precisar de autorização ou depender de alguém? Não que eu ache que o casamento significa isso. Mas é uma coisa muito doida. Evito até pensar.

Quer mais? Pois ela ainda abriu o verbo sobre a privacidade do casal:

- O fato de sermos duas pessoas públicas não dá direito de me perguntarem quantos filhos eu quero ter. Nem meus amigos perguntam isso. A gente morria de vontade de ter um ensaio lindo juntos. Neymar é supervaidoso e eu sou leonina.

E comentou, também, sua relação com o filho do jogador com Carol Dantas:

- Adoro o Davi e, hoje, me dou bem com a mãe dele. Quando ele pede um irmão, a gente diz: Fala com a sua mãe. Amo criança, mas falo firme quando precisa.

Assuntos relacionados a trabalho não são proibidos, é claro, mas não estão entre os favoritos do casal, que não entendem muito um sobre o universo do outro:

- São universos muito diferentes. Até ele entrar na minha vida, eu não sabia nada de futebol. Não sei ainda. Quando acerto impedimento ou escanteio, me sinto em Harvard, uma gênia. Já disse que só entendo se o Neymar cai ou faz gol (risos). Outro dia desses, ele falou: Amor, vou jantar na casa do Fulaninho? Não vou dar o nome, para não ser indelicada. Aí, eu falei: Legal, bom jantar, mas eu não faço ideia de quem seja o Fulaninho. E ele: Amor, joga comigo na seleção. E eu: Mas eu não sei quem é. E ele: Bruna, você fez o álbum da seleção, ele tá lá no seu álbum. E eu: Ai, meu Deus, não decorei a cara dele! Vou ter que decorar os nomes e as caras com o álbum. Só decorando mesmo.

E a polêmica se ela vai ou não para a Copa também foi tema de conversa:

- Não vou conseguir ir no primeiro jogo. Recebi o roteiro da novela e tenho muitas cenas. Talvez consiga ir no segundo, dia 22. Mas, se conseguir, terei que ficar dois dias e voltar. Já fiz pior. Quando Neymar jogava no Barcelona, fui até lá para ficar só 24 horas e voltei. Se isso não é amor...

Amizade com Marina Ruy Barbosa

Logo que as gravações de Deus Salve o Rei começaram, Bruna e Marina, as protagonistas da trama, se mostraram bastante próximas. Foi na mesma época, aliás, que Marina casou com Xandinho Negrão - e quando Bruna foi vista aos beijos com Neymar depois de um tempo separados. Mas a relação das atrizes é bastante questionada, ao que Bruna fala:-

- Gostam de dizer que somos inimigas. Mas não é verdade. A gente se conheceu muito menina e, aos 15, estudou na mesma sala. Éramos grudadas, melhores amigas. Com o trabalho e a correria da vida, nos afastamos. Quando a gente fez a preparação para Deus Salve o Rei, foi mágico. Esclarecemos questões que nem existiam mas estavam ali. Somos da mesma idade, bem-sucedidas, com carreiras parecidas. As pessoas comparam mesmo.

E por falar em Deus Salve o Rei, Bruna ainda conta se é verdade que o Neymar não gosta de José Fidalgo, ator que fez seu par romântico na trama:

Ele não gosta de ver as cenas românticas. Não é específico com o Zé. Quando a novela começou, me mandava prints, baixava na Globoplay. Aí, na primeira cena de beijo, falou: Vou parar de assistir. Não tenho a capacidade de diferenciar. Você faz as mesmas caras de apaixonada que faz para mim. Se é para ficar chateado, melhor não ver mesmo.

Por Estadão Conteúdo - Diário Online
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Cultura
25/09/2018 | Encontro com o passado
21/09/2018 | ''Sou muito feminino, isso é uma grande qualidade'', diz Chay Suede a Pedro Bial
20/09/2018 | Avril Lavigne lança Head Above Water, música sobre a doença a qual sofre
As mais lidas de Cultura
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6239 dias no ar.