NOTÍCIA ANTERIOR
Sem ''gemidão'' e com SMS: como se comunicam os brasileiros longe do WhatsApp, que são 9% dos internautas
PRÓXIMA NOTÍCIA
Google lança marca de certificação para dispositivos Android
DATA DA PUBLICAÇÃO 29/08/2017 | Tecnologia
Brasileiros no Musical.ly criam mais conteúdo do que consomem e país já é 2º maior no app
Brasileiros no Musical.ly criam mais conteúdo do que consomem e país já é 2º maior no app Baby Ariel é uma das principais musers do Musical.ly (Foto: Reprodução/Musical.ly/babyariel)
Baby Ariel é uma das principais musers do Musical.ly (Foto: Reprodução/Musical.ly/babyariel)
Rede social conta com 200 milhões de usuários ao redor do mundo. Musers brasileiros são mais ativos que estrangeiros.

Baby Ariel tem apenas 16 anos, mas já é bicampeã no Teen Choice Awards, premiação que anualmente escolhe os favoritos dos adolescentes americanos nas mais variadas categorias. Em 2017, ela esteve ao lado de nomes como Selena Gomez, Ariana Grande e Ellen DeGeneres entre as ganhadoras digitais.

Com 21 milhões de seguidores, ela é uma das maiores 'musers' do Musical.ly, rede social/aplicativo de vídeos (parecido ao Scorp) que já tem 200 milhões de usuários ao redor do mundo - entenda como ele funciona.

A empresa não gosta de detalhar seus números, mas afirma que o Brasil já é seu segundo maior mercado, atrás apenas dos Estados Unidos. E os ‘musers’ daqui são mais ativos que os do restante do planeta.

“Diferente de outros países, percebemos que o comportamento do usuário no Brasil é muito mais direcionado para a produção de conteúdo criativo do que para consumo”, afirma ao G1 a gerente de marketing do Musical.ly no país, Raphaela Araújo.

Ela conta que a ferramenta mais usada pelos brasileiros é a sincronização de áudio com vídeo, que permite que musers possam dublar músicas e outros conteúdos oferecidos no app. E os musers com grandes ambições recebem ajuda da rede social, que tem realizado oficinas no país para seus usuários.

“A ideia desses workshops é ajudar musers talentosos a aprender através dos nossos criadores de conteúdo dicas de como produzir os melhores tipos de conteúdo”, conta.

No entanto, com uma base grande de jovens - um em cada seis adolescentes entrevistados pela "Business Insider" em 2016 declarou que considerava o aplicativo como seu favorito - o Musical.ly tem uma relação próxima também com os pais. Tanto que há uma área inteira no site do app destinado a orientações para quem tem filhos na rede.

“Encorajamos fortemente que os pais monitores as contas de seus adolescentes, vejam e ajustem suas configurações de privacidade, ajudem-nos a reportar comportamento impróprio, e tenham um diálogo aberto com eles sobre como ser responsável e seguro”, afirma Araújo.

Por Cesar Soto, G1
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Tecnologia
21/09/2018 | Brasileiro fica quase 3 horas por dia assistindo a vídeos online; aumento foi de 135% em 4 anos
19/09/2018 | Sony anuncia PlayStation Classic, versão mini do PS1 com 20 jogos na memória
18/09/2018 | A curiosa razão por que o relógio sempre marca 9:41 nos anúncios da Apple
As mais lidas de Tecnologia
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6230 dias no ar.