NOTÍCIA ANTERIOR
Número de queixas sobre coparticipação em planos de saúde aumenta 73%
PRÓXIMA NOTÍCIA
Estudante é morto após roubo de celular em Embu das Artes
DATA DA PUBLICAÇÃO 29/08/2018 | Geral
Avanço do mar divide ilha, extingue enseada e ''engole'' 1 km do estado de SP
Avanço do mar divide ilha, extingue enseada e ''engole'' 1 km do estado de SP Estuário e oceano se uniram por meio de uma nova barra (Foto: Edison Nascimento/Fundação Florestal)
Estuário e oceano se uniram por meio de uma nova barra (Foto: Edison Nascimento/Fundação Florestal)
Processo natural de erosão, que ocorre há 60 anos, culminou na abertura de novo acesso ao oceano na divisa com o Paraná. Vilarejo com 15 famílias foi isolado e ecossistema deverá ser alterado.

Um canal de 170 metros de largura e 3 metros de profundidade dividiu em duas a Ilha do Cardoso, no extremo sul do litoral de São Paulo. Pesquisadores estimam que em um mês, a nova barra, que conecta o Estuário de Ararapira ao Oceano Atlântico, atinja um quilômetro de extensão, alterando o ecossistema costeiro e isolando 50 moradores.

O processo natural de erosão (movimento de sedimentos pela corrente da água) ocorre há 60 anos no entorno da Enseada da Baleia, que começou a ser extinta em definitivo na segunda-feira (27) em decorrência de uma ressaca marítima. A largura da faixa de areia já mediu 80 metros e, na última década, foi reduzida a menos de 2 metros.

Foram acadêmicos e estudantes do Departamento de Geologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) que alertaram, em 2009, sobre o possível desfecho do fenômeno para este ano. "Projetamos com base em imagens de satélite o avanço da erosão. A abertura [da barra] foi ao final dessa janela tempo", explica a professora Maria Cristina de Souza.


Segundo Maria Cristina, trata-se de uma ação da natureza que o homem, desta vez, não teve interferência. "A dinâmica daquela região é instável, da água do estuário avançando para o mar. No passado, já ocorreram outras aberturas e acreditamos que, em breve, ocorrerá o assoreamento [deposição de sedimentos] na antiga barra, na divisa com o Paraná".


A agitação marítima desta semana, ocasionada pela passagem de uma frente-fria na costa dos dois estados, resultou no esperado encontro do estuário com o oceano. Entretanto, uma ressaca ainda mais intensa em 2016 já havia motivado a criação de um plano de emergência pela Defesa Civil e a mudança das casas de 15 pescadores que viviam ali.

O gestor do Parque Estadual Ilha do Cardoso, Edison Nascimento, afirma que o fenômeno erosivo é natural e é acompanhado pela Fundação Florestal e pelo Instituto Geológico, ambos subordinados à Secretaria de Meio Ambiente de São Paulo. "O que era esperado, finalmente aconteceu. E agora vamos avaliar os reais impactos ao ecossistema".

Nascimento concorda com a pesquisadora da UFPR sobre as alteração das dimensões iniciais da nova barra para as próximas semanas, quando deverá ocorrer o equilíbrio daquele ambiente. Foi a equipe dele que constatou o comprimento e a profundidade iniciais, na terça-feira, durante uma vistoria em uma embarcação, com equipes da Defesa Civil.

O gestor afirma que não correm riscos as 50 pessoas que vivem no Pontal do Leste, uma vila no extremo sul da "nova" ilha, na divisa com o Paraná. "Por terra, não tem como chegar mais até elas. Entretanto, todas as 15 famílias que moram naquela comunidade se movimentam de barco, são autossustentáveis e já estão acostumadas às distâncias da região".

Início da abertura da nova barra foi flagrada durante ressaca do mar em Cananéia, SP

Em Cananéia, o secretário de Meio Ambiente Erick Willy Weissberg, afirma que a administração muncipal está pronta para agir se a situação fugir do controle nas próximas semanas. "As pessoas que vivem ali estão seguras, conforme temos triangulado as informações. Só poderemos ter a certeza do que vai acontecer ao final da abertura da barra".

O traçado original do Canal de Ararapira, até então, fazia a divisa entre os estados, e o parque paulista com o Parque Nacional de Superagüi, no Paraná, administrado pelo Instituto Chico Mendes (ICMBio), que ainda não se pronunciou. Mesmo com a nova disposição da área, se confirmada, os limites são mantidos e as referências passam a ser virtuais, por coordenadas.

Por José Claudio Pimentel, G1 Santos
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Geral
25/09/2018 | Golpe do ''motoboy'' é o crime da moda
25/09/2018 | Há quatro meses faltam medicamentos no SUS
25/09/2018 | Redução de pressão de água é eficaz, mas exige medidas, diz professor
As mais lidas de Geral
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6240 dias no ar.