NOTÍCIA ANTERIOR
Atila pretende entregar PS do Nardini até junho
PRÓXIMA NOTÍCIA
PK9 responsabiliza Paço de Mauá por impasse no contrato com a CPTM
DATA DA PUBLICAÇÃO 21/03/2017 | Cidade
Atila oficializa comissão de negociação com o Sindserv
 Atila oficializa comissão de negociação com o Sindserv Foto: 1 ABC
Foto: 1 ABC
O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), formalizou a criação de comissão permanente de negociação com o Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos) para discutir temas relacionados às campanhas salariais, assuntos trabalhistas e demais interesses da categoria.

O instrumento será composto pelos secretários João Gaspar, de Governo, Rogério Babichak, de Assuntos Jurídicos, Valtermir Pereira, de Finanças, e Paulo Sérgio Pereira, de Administração e Modernização. O Sindserv, por sua vez, indicou quatro integrantes titulares.

No início de março ocorreu um encontro entre o sindicato e componentes do primeiro escalão do governo Atila, que definiu a programação e a criação do grupo.

A comissão fará a primeira reunião oficial amanhã e já deve ter como pauta a campanha salarial de 2017.

A proposta do Sindserv é requerer abono de R$ 400 mensais e a incorporação do auxílio-alimentação, no mesmo valor, aos rendimentos. A reposição salarial será discutida pela comissão.

Outra demanda do sindicato é estabelecer a agenda de reajustes pelos próximos quatro anos.

A data base para aplicação do resultado do acordo coletivo termina no dia 30 de abril e sua aplicação ocorre no ano que vem.

Na visão do presidente do Sindserv, Jesomar Alves Lobo, que fará parte da comissão, a crise econômica deve ser um dos pontos centrais da negociação. “Entendemos que o momento do País não é bom e que todos os entes federativos passam por problemas financeiros. Mas temos nossa pauta de reivindicações e esperamos ser atendidos”, explicou.

Sobre a aproximação entre a Prefeitura e o sindicato, Jesomar avalia como positiva. “Acredito que a comissão vai facilitar as conversas já que o principal objetivo é tratar do interesse geral dos trabalhadores, não somente da questão salarial, mas também de problemas do dia a dia, como a relação com os munícipes e possíveis perseguições sofridas no exercício do serviço público”, pontuou o sindicalista.

O texto do decreto assinado por Atila Jacomussi prevê que o grupo realizará reuniões periódicas e que debaterá soluções para conflitos trabalhistas e pela conciliação e mediação dos interesses dos servidores. Outras atribuições da comissão serão a centralização das questões trabalhistas, estudos de impacto econômico-financeiro e viabilidade jurídica das pautas apresentadas pela categoria.

A Prefeitura foi procurada, mas não respondeu até o fechamento desta edição.

Por Humberto Domiciano - Diário do Grande ABC
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Cidade
03/02/2020 | Com um caso em Santo André, São Paulo monitora sete casos suspeitos de Coronavírus
25/09/2018 | TIM inaugura sua primeira loja em Mauá no modelo digital
25/09/2018 | CPTR oferece 20 vagas de emprego (25/09)
As mais lidas de Cidade
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6194 dias no ar.