NOTÍCIA ANTERIOR
Infrações de trânsito em SP caem 13,2% no período de janeiro a novembro de 2017, diz Prefeitura
PRÓXIMA NOTÍCIA
Acabou o chorinho
DATA DA PUBLICAÇÃO 28/02/2018 | Veículos
Argo, HB20, Onix, Polo e Sandero 1.0: comparativo
Argo, HB20, Onix, Polo e Sandero 1.0: comparativo
Volkswagen e Fiat representam nova geração dos carros 'mil', enquanto rivais figuram entre os mais vendidos.

Carros “mil” já foram sinônimo de sofrimento para o motorista. Muito barulho, pouco desempenho, apesar do baixo consumo de combustível. Ar-condicionado quase nunca era item de série. E, quando havia, era preciso apelar e passar calor para vencer ladeiras.

Isso vem mudando desde a chegada dos atuais campeões de venda, Chevrolet Onix e Hyundai HB20. Agora uma nova geração carros 1.0 chega com itens vistos antes apenas em modelos com motores maiores. Os dois grandes representantes desta “nova ordem” são os recém-lançados Volkswagen Polo e Fiat Argo. Mas será que eles são bons o suficiente para encarar “pesos pesados” do mercado?

Além dos novatos, o G1 avaliou, no início do ano, Onix, HB20 e Sandero, que figuram na lista dos 10 mais vendidos no país e têm versão 1.0. O Ford Ka também entraria no comparativo, mas a Ford afirmou que não tem mais o modelo na frota de testes.

Foram considerados os critérios que mais pesam na decisão de compra:

preço (incluindo manutenção e cotação de seguro das empresas Bidu e Minuto Seguros)
espaço interno e porta-malas
equipamentos
motorização
impressões ao volante


Para cada modelo, foi avaliada a versão 1.0 com todos os opcionais disponíveis.

De 2015 pra cá, nenhum outro veículo conseguiu chegar perto do Onix no número de emplacamentos. Ser o mais vendido, porém, não quer dizer ser o melhor. Nesta comparação, aliás, o Onix superou os rivais em pouquíssimos critérios.

Aqui, ele foi avaliado na versão LT. O Onix até possui uma opção mais barata, a Joy, que tem visual antigo e menos equipamentos, mas ela concorre com modelos de um segmento inferior - como Uno e Gol.

Voltando ao LT, seu consumo na estrada é, com sobras, o mais baixo dos hatches. É um mérito do câmbio manual de 6 marchas, com engates precisos. Pena que o "casamento" com o motor não é dos mais harmoniosos – falta força para retomadas (o torque do Onix é o pior dos 5 modelos avaliados).

O Chevrolet também é dono do menor porta-malas e da lista de equipamentos menos recheada. Faltam itens simples, como computador de bordo e regulagem de altura para o volante, que não são oferecidos nem como opcionais.

O acabamento, por outro lado, é surpreendentemente bom. Outro "prêmio de consolação" para o Onix é ter o menor custo de manutenção e o terceiro valor de compra mais baixo.

Em meio a projetos novos e rivais mais interessantes, nem os custos menores ajudaram o Onix a brigar pela ponta no comparativo.

4º lugar - Renault Sandero Expression

O "coração" do Sandero é relativamente novo. O motor 1.0 de 3 cilindros da família SCe equipa o hatch desde o final de 2016. Seus números de potência e torque, 82 cv e 10,5 kgfm, respectivamente, o colocam como o segundo melhor entre os avaliados.

Somando os bons números com o menor peso, o Sandero “sofre” menos do que os concorrentes, com um desempenho satisfatório. O câmbio, porém, não tem engates tão precisos, uma falha antiga na Renault.

A grande vantagem do modelo, no entanto, está no espaço interno, muito mais amplo que nos rivais. Por outro lado, dos 5 modelos aqui listados, ele só tem oferta de equipamentos melhor do que o Onix.

A cabine do Renault também é a mais simples do grupo. O material deixa a desejar e transmite o aspecto de baixo custo. Falando em custos, suas revisões são as mais caras.

Alternando altos e baixos, o Sandero fica com a penúltima colocação.

3º lugar - Hyundai HB20 Comfort Plus

O HB20 foi lançado em 2012, e de lá pra cá, não recebeu grandes mudanças. O reflexo da idade pode ser visto nas medidas. Ele é o menor dos hatches compactos deste comparativo.

O Hyundai também tem o pior consumo urbano e uma lista de equipamentos sem grandes destaques. Faltam regulagem de altura para o volante e sensor/câmera de ré.

O HB20 também é o único com direção hidráulica, contra soluções mais modernas dos adversários (eletro-hidráulica no Sandero e elétrica nos demais). Em compensação, retrovisores e vidros traseiros são elétricos.

Ao volante, o compacto na versão 1.0 não se destaca. Tem o segundo pior torque, mas é o único com menos de 1.000 kg. Mesmo assim, a carência de força fica evidente quando o motorista pisa mais fundo no acelerador. Há “buracos” logo após as 2 mil rotações por minuto. Ao menos o câmbio tem engates curtos e bastante precisos.

Parece que a Hyundai é ciente das deficiências do HB20. O modelo tem preço inicial mais baixo do comparativo, ficando abaixo dos R$ 47 mil. Mesmo acrescentando a central multimídia, único opcional, ele permanece como o mais em conta, por R$ 48.490. Por outro lado, seu seguro é o mais caro.

O HB20 supera o Sandero por oferecer alguns equipamentos extras e ter valor de manutenção mais baixo. No entanto, a situação pode se inverter se a principal demanda do cliente for espaço interno ou desempenho.

2º lugar - Volkswagen Polo MPI


No último comparativo, o Polo 1.6 superou o Argo 1.3 por andar mais e custar menos. Em suas versões de entrada, porém, o resultado se inverte – por muito pouco. No preço, apenas R$ 300 separam os dois hatches. No entanto, as propostas de ambos são distintas.

O Polo agrada pela ótima posição de dirigir, pelo câmbio com engates precisos e pelo ajuste da suspensão. Mas peca em outros aspectos. Ironicamente, seu motor é o mais potente entre os 1.0 avaliados, com 84 cv. Mas, na prática, falta força.

Outra falha, também presente na versão 1.6, está na oferta de equipamentos. O Polo 1.0 tem o preço inicial mais alto do comparativo, batendo nos R$ 50 mil. Mas não traz simples ajuste de altura no volante e regulagem elétrica dos retrovisores. O acabamento carece de inspiração, tanto no visual como nas cores e texturas.

O Volkswagen é imbatível no quesito segurança: só ele tem 4 airbags. Opcionalmente, também pode receber controles de tração e estabilidade – outro item exclusivo. E já foi avaliado pelo Latin NCap, no protocolo mais exigente, obtendo as 5 estrelas possíveis.

Além dele, só o Onix foi testado no atual protocolo, mais exigente (primeiro ficou com 0 estrela e depois, reforçado, com 3).

A colocação do Polo foi decidida nos detalhes. Se o cliente preferir uma dirigibilidade um pouco mais apurada, é a melhor opção. Mas, nesse caso, a dica é investir R$ 5 mil a mais na versão com motor 1.6 em vez da 1.0.

1º lugar - Fiat Argo Drive

O Argo é o segundo mais caro do comparativo, mas traz um “pacote básico” recheado. Só ele tem sistema "start-stop" (que desliga o motor em paradas temporárias) e computador de bordo com tela colorida. Outros itens, como volante com regulagem de altura e retrovisor elétrico são raridades entre os hatches aqui listados.

Só que os itens mais legais exigem que o consumidor bote a mão no bolso. Central multimídia, câmera de ré (que só o Fiat pode ter entre os modelos aqui listados) e volante multifuncional são opcionais. Aí, o preço bate nos R$ 53 mil – o mais alto entre os rivais.

Além dos equipamentos, o Argo tem como maior ponto positivo a qualidade de construção. A cabine é moderna e bonita, e mescla bem materiais e texturas.

O motor do Fiat é um dos mais novos da turma. Seus 77 cv o colocam na última posição em potência. No entanto, o torque de 10,9 kgfm é o melhor entre os competidores.

No uso cotidiano, o Argo se mostra muito à vontade na cidade. Ele também é o mais econômico nesta condição. Mas o câmbio manual de 5 marchas poderia ser mais preciso e ter engates melhores.

No conjunto da obra, o hatch vai bem em todos os aspectos. Ele fica acima da média em desempenho e visual externo e da cabine, além de ser fruto de um projeto moderno.

Por André Paixão, G1, São Paulo
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Veículos
19/09/2018 | Volkswagen faz recall de uma unidade do Tiguan Allspace
19/09/2018 | Detran.SP leiloa 287 veículos na Grande São Paulo
18/09/2018 | Prefeitura de SP lança site para divulgar dados sobre acidentes de trânsito
As mais lidas de Veículos
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6230 dias no ar.