NOTÍCIA ANTERIOR
Cinco executivos de gigantes da tecnologia dão suas dicas para o sucesso
PRÓXIMA NOTÍCIA
Sincronize arquivos e faça backups com o FreeFileSync
DATA DA PUBLICAÇÃO 24/11/2015 | Informática
Apps de latino-americanos na Google Play crescem 60% em 12 meses
'Desenvolvedores são geniais', afirmou diretora do Google.

Avanço dos serviços da região fizeram empresa reduzir preço inicial.


O número de aplicativos criados por latino-americanos disponível na loja virtual Google Play cresceu 60% nos últimos 12 meses, disse a diretora da Divisão de Desenvolvimento de Negócios de Aplicativos para o Google Play, Purnima Kochikar.

De acordo com a executiva, esse crescimento contribuiu para a empresa reduzir de R$ 2,50 para R$ 1 o preço mínimo dos apps na loja virtual.

Purnima participou da Playtime Latam, em São Paulo, organizada pela empresa para treinar desenvolvedores brasileiros. Para explicar o auge do setor, a diretora também destacou o lançamento da plataforma "Apps Success Guide", um espaço no qual os desenvolvedores podem pedir ajuda e compartilhar experiências.

Segundo Purnima, o crescimento de aplicativos criados na América Latina confirma a liderança da região em dispositivos móveis e revela a importância do continente para a empresa.

"Entre os smartphones, 83% operam com o sistema Android na América Latina, número que era a metade há quatro anos. Continuamos investindo, já que teremos 90 milhões de dispositivos no final de 2015", destacou.

A diretora elogiou a criatividade dos desenvolvedores regionais ao criarem aplicativos relacionados com "problemas locais" como as plataformas para serviços de táxi que, avaliou, são uma forma de gerar empregos.

"Os desenvolvedores são geniais em serviços, internet banking, e-commerce e ferramentas de comércio móvel. Acredito que a educação é também um grande componente dos apps", disse Purnima, ao afirmar que o Google acredita na chamada "ecocnomia dos aplicativos".

Existente no mercado há poucos anos, o setor surgiu para que as companhias pudessem criar formas de seus conteúdos serem compatíveis com dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

Purnima afirmou que a companhia americana, cuja loja virtual já possui mais de 1 milhão de aplicativos, contribui para esse novo tipo de economia dando suporte a esses profissionais para gerar "designs bonitos", pois "os desenvolvedores devem manter o foco de que apps devem ser simples".

A diretora do Google também falou sobre o mercado dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) ao afirmar que "o resto do mundo os pertence" porque "têm bons desenvolvedores que priorizam as versões móveis". "Creio que aprendemos com esses mercados de população muito jovem, por isso estamos superanimados e comprometidos em dar suporte a esse ecossistema", completou Purnima.

Por G1 - Efe
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Informática
19/09/2018 | Grupo Renault Nissan terá sistema operacional Android em seus carros
18/09/2018 | A corrida para a criação do computador mais poderoso da história
11/06/2018 | Google tira ovos de emoji de salada para agradar veganos
As mais lidas de Informática
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6199 dias no ar.