NOTÍCIA ANTERIOR
Sem luz, sem seguro e com R$ 700 mi em dívidas, Hopi Hari está perto de fechar
PRÓXIMA NOTÍCIA
Prefeitura de São Paulo inicia processo de concessão de 14 parques
DATA DA PUBLICAÇÃO 10/05/2017 | Geral
Anvisa proíbe StarClear Cosméticos por falta de registro
Anvisa proíbe StarClear Cosméticos por falta de registro Cosméticos comercializados pela empresa em questão não possuíam registro ou cadastro sanitário. Foto: Divulgação
Cosméticos comercializados pela empresa em questão não possuíam registro ou cadastro sanitário. Foto: Divulgação
Produtos de cabelo e demais cosméticos rotulados como StarClear eram comercializados clandestinamente

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu todos os cosméticos que apresentem nos rótulos a indicação: “Fabricado por: StarClear Cosméticos”, bem como todos os produtos fabricados pela empresa José de Brito Daniel. A Anvisa constatou que todos os cosméticos comercializados pela empresa em questão não possuíam registro ou cadastro sanitário.

Segundo a agência, produtos como “Clear Plus Repositor de Massa” e “Creme para Fissuras Clear Plus” eram comercializados clandestinamente e, além disso, a empresa, José de Brito Daniel (Ravvivare Cosméticos) não possuíam autorização de funcionamento.

A Anvisa determinou, portanto, a proibição do comércio de tais produtos e a apreensão das unidades dos cosméticos não registrados.

Proibição alisante capilar

O excesso no teor de formaldeído motivou a proibição do produto “Botox 3D Lisieux France Sungold”. O cosmético fabricado pela empresa B.E.G Indústria e Comércio de Cosméticos apresentou resultado insatisfatório no ensaio do teor de formaldeído para o lote 2014116T84.5.

Assim, a Agência determinou a proibição do cosmético e o recolhimento do estoque existente no mercado.

Porque o formol é perigoso?

O formol é considerado cancerígeno pela Agência Internacional de Pesquisa em Câncer, o IARC (International Agency For Research on Cancer). Foi comprovada a incidência de câncer nas vias respiratórias superiores (nariz, faringe, laringe, traqueia, e brônquios) pela inalação da substância.

O formol pode ser utilizado em produtos para cabelos somente como conservante do próprio produto para evitar a contaminação por microrganismos. Nestes casos, o formol é adicionado durante o processo de fabricação nas indústrias, e a concentração máxima permitida para essa finalidade é de 0,2%.

Por ABCD Maior - Redação
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Geral
25/09/2018 | Golpe do ''motoboy'' é o crime da moda
25/09/2018 | Há quatro meses faltam medicamentos no SUS
25/09/2018 | Redução de pressão de água é eficaz, mas exige medidas, diz professor
As mais lidas de Geral
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
06/04/2020 | Atualização 06/04/2020 do avanço Coronavírus na região do ABC Paulista
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6240 dias no ar.