NOTÍCIA ANTERIOR
Prazo para saque do Abono Salarial ano-base 2016 termina hoje
PRÓXIMA NOTÍCIA
Opção ao cheque especial terá taxas de juros menores
DATA DA PUBLICAÇÃO 29/06/2018 | Economia
Afundada em dívidas, Toys ''R'' Us fecha últimas lojas nos EUA
Afundada em dívidas, Toys ''R'' Us fecha últimas lojas nos EUA Foto: REUTERS/Andrew Yates
Foto: REUTERS/Andrew Yates
Tradicional cadeia de brinquedos decretou falência no ano passado e não conseguiu sobreviver à concorrência.

Com problemas financeiros, a loja de brinquedos Toys 'R' Us está fechando suas últimas lojas nos Estados Unidos nesta sexta-feira (29), marcando o fim de um império conhecido por gerações de crianças e pais. A companhia está mergulhada em dívidas de US$ 5 bilhões após uma aquisição que a incapacitou de fazer investimentos.

A Toys 'R' Us tem sua base em Wayne, no estado de Nova Jersey (leste). Seu quadro de funcionários nos Estados Unidos representava mais da metade das 65 mil pessoas que empregava no mundo. Mais de 30 mil funcionários ficarão sem emprego com o fechamento da última loja no país.

"Foi o melhor trabalho que já tive, eu era rodeado de crianças. Nunca mais terei um emprego como na Toys R Us", disse à AP Patty Van Fossan, de 54 anos, de Boardroom, Ohio, que estava entre um grupo de trabalhadores que protestaram em Nova York por indenizações às quais eles acreditam ter direito.

Problemas financeiros

Com vendas de cerca de US$ 11,5 bilhões em 2016, a Toys "R" Us ficou atrás das gigantes do varejo americanas, como Wal-Mart e Target.

No setor dos brinquedos, onde a Toys era número um do mundo, com uma participação de mercado superior a 23%, as dificuldades são particularmente violentas para as lojas físicas. Suas vendas caíram em um quarto entre 2011 e 2016, segundo a Euromonitor.

A cadeia de brinquedos declarou falência em setembro de 2017, pedido que é equivalente a uma recuperação judicial no Brasil. Esse mecanismo permite à empresa continuar funcionando enquanto negocia com os credores.

O pedido de falência permitiu que as lojas continuassem funcionando. Mas, com as vendas fracas , a empresa anunciou, em janeiro deste ano, que fecharia 180 unidades. Em março, a companhia elevou este número para mais de 700 lojas.

A Toys tinha a particularidade de não estar cotada na bolsa de valores, já que ela foi adquirida em 2005 por vários fundos, incluindo KKR e Bain Capital.

Por G1
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Economia
25/09/2018 | Operação mira sonegação de R$ 100 mi de grupos cervejeiros e cerca Proibida
25/09/2018 | Greve na Argentina cancela voos no Brasil nesta terça-feira
25/09/2018 | Demanda por GNV aumenta até 350% após alta na gasolina
As mais lidas de Economia
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6235 dias no ar.