NOTÍCIA ANTERIOR
Fefisa vende prédio e pode fechar campus
PRÓXIMA NOTÍCIA
Na reta final para o Enem, alunos cuidam do emocional
DATA DA PUBLICAÇÃO 11/10/2015 | Educação
ABCD terá novos atos contra fechamento de escolas nesta semana
ABCD terá novos atos contra fechamento de escolas nesta semana Protestos contra fechamento de escolas promovido por Alckmin não deve arrefecer nesta semana de Dia das Crianças. Foto: Andris Bovo
Protestos contra fechamento de escolas promovido por Alckmin não deve arrefecer nesta semana de Dia das Crianças. Foto: Andris Bovo
Apeoesp e grêmios estudantis se mobilizam para protestar contra corte promovido por Alckmin

A semana que começa com o Dia das Crianças e culmina com o Dia do Professor no dia 15 não será de festa, mas sim de muita luta por parte de pais, alunos e docentes em São Paulo. Entidades como a Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) e também grêmios estudantis diversos se mobilizam para continuarem com a onda de manifestações contra o fechamento de 127 escolas estaduais em São Paulo (17 delas no ABCD), anunciado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) na última semana.

Na quarta-feira (14/10), pais, alunos e professores organizam, às 13h, um "abraçaço" à Escola Estadual Yolanda Noronha do Nascimento, localizada no Jardim Silvina, em São Bernardo. A unidade está entre as 17 que deverão ser fechadas em São Paulo, de acordo com levantamento da Apeoesp.

No mesmo dia e horário, ocorre um protesto organizado pelo grêmio estudantil da tradicional Escola Estadual João Ramalho. De acordo com Evandro Romano, presidente do grêmio, o Governo do Estado pretende retirar as salas de aula do ensino fundamental da unidade, reduzindo-a a escola de ensino médio. "Mais de 800 alunos que estudam conosco devem ser afetados", afirmou Evandro, em mensagem enviada ao WhatsApp do ABCD MAIOR (97589-3847).

De acordo com o líder estudantil, o protesto "contará com a participação dos alunos da manhã, da tarde, pais e comunidade" e a expectativa é de que "mais de 700 pessoas compareçam e fechem a rua, paralisando o trânsito por algumas horas". O endereço da E.E. João Ramalho é rua José Bonifácio, altura do número 102, no Centro de São Bernardo.

Também no dia 14, os alunos da Escola Estadual Brazilia Tondi de Lima, localizada na Vila São José, em São Bernardo, promoverão ato contra a descontinuação do ensino médio da unidade, prometendo fechar a avenida José Fornari, que liga o Jardim Silvina e o Ferrazópolis à rua Marechal Deodoro.

De acordo com o grêmio estudantil da escola, todos os estudantes de ensino médio serão remanejados para a Escola Estadual Joaquim Moreira Bernardes, que deverá sofrer com a superlotação. O ato se inicia às 7h em frente ao portão do Brazília Tondi, e depois estudantes, pais e professores se dirigirão à avenida José Fornari.

Ainda na quarta-feira (14/10), está previsto um ato na Concha Acústica de Santo André, no calçadão da rua Coronel Oliveira Lima, no Centro. Um dia depois, São Bernardo recebe ato unificado da Apeoesp contra o fechamento das escolas.

Há ainda um ato estadual no dia 20 de outubro, a partir das 15 horas, na Praça da República, em São Paulo.

Confira as escolas que podem ser fechadas no ABCD, de acordo com levantamento da Apeoesp (o número ainda pode variar nos próximos dias):

SANTO ANDRÉ

EE. VALDOMIRO SILVEIRA

EE. DR. AMÉRICO BRASILIENSE

EE. SÉRGIO MILLIET COSTA E SILVA

EE. ADAMASTOR DE CARVALHO

EE. PROFa CARLINA CAÇAPAVA DE MELLO

EE. DR. CELSO GAMA

SÃO BERNARDO

EE YOLANDA NORONHA

EE TITO LIMA

EE JULIETA VIANNA SIMÕES DE SANT ANNA

EE PROFESSORA VILMA APPARECIDA ANSELMO SILVEIRA

MAUÁ

EE. PROFa EMÍLIA CREM DOS SANTOS

EE. PROFa MARTHA TEREZINHA ROSA

DIADEMA

EE. RAUL SADDI

EE. JOÃO DE MELO

EE. SIMON BOLIVAR

EE. VILA SANTA MARIA

EE. ANA CONSUELO

Colégios que perderão as aulas noturnas em Diadema:

EE. SOLDADO JOSÉ YAMAMOTO (noturno)

EE. ADONIAS FILHO (noturno)

EE. OSVALDO LACERDA GOMES CARDIM (noturno)

EE. DIADEMA (antigo CEFAM) (noturno)

EE. JARDIM ARCO-IRIS (noturno)

** São Caetano e Rio Grande da Serra não devem ter escolas fechadas.

Em Ribeirão Pires a Apeoesp ainda não concluiu o levantamento.

Por ABCD Maior - Redação
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Educação
21/09/2018 | Ensino superior cresce no País, mas graças à modalidade a distância
19/09/2018 | Em crise financeira, UFABC tenta definir objetivos para 2019
18/09/2018 | Cidade francesa muda pátio de pré-escola para favorecer a igualdade de gênero
As mais lidas de Educação
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2021 - Desde 2003 à 6840 dias no ar.