NOTÍCIA ANTERIOR
UPA de Ribeirão será entregue no segundo semestre
PRÓXIMA NOTÍCIA
Diagnóstico de câncer de mama cresce 3,1% ao ano no mundo
DATA DA PUBLICAÇÃO 12/07/2012 | Saúde e Ciência
ABCD não atinge meta de vacinação de poliomielite
ABCD não atinge meta de vacinação de poliomielite Meta em todas as cidades era atingir 95% das crianças. Foto: Andris Bovo
Meta em todas as cidades era atingir 95% das crianças. Foto: Andris Bovo
Somente São Caetano imunizou 95% das crianças menores de cinco anos

O ABCD não atingiu a meta 95% de cobertura de vacinação contra a poliomielite estipulada pelo Ministério da Saúde. São Caetano foi o único município que imunizou mais que o percentual estipulado. Região está na contramão do Pais que atingiu meta de vacinação.

Em São Caetano, foram imunizadas 7,4 mil (98,75%) crianças, sendo que 1,6 mil (97,34%) menores de 1 ano; 1,5 mil (94,33%) com 1 ano; 1,4 mil (100%) com 2 anos; 1,3 mil (99,43%) com 3 anos; e 1,4 mil (97,54%) com 4 anos.

Levantamento da secretaria de Saúde de Diadema mostra que até o dia 4 de julho, foram vacinadas 30451 mil crianças, que equivale a 93,78% da meta. Já em Santo André, durante a campanha, foram aplicadas 35 mil doses da vacina, atingindo 83,11% do publico alvo.

Já Ribeirão Pires prorrogou a campanha até a próxima sexta-feira (13/07) em todas as UBS (Unidades Básicas de Saúde) da cidade, que estarão abertas das 8h às 16h. Na unidade Centro, a vacinação acontece até 17h. Até o momento foram vacinadas 90% das crianças na faixa etária.

As prefeituras de São Bernardo e Mauá não responderam a reportagem sobre a cobertura de vacinação nas cidades.

Nacional – De acordo com dados do Ministério da Saúde foram aplicadas 13,4 milhões de doses da vacina de crianças que formam o público-alvo, atingindo a meta de cobertura de 95% de imunização.

Foram repassadas 21,2 milhões de doses da vacina para as secretarias estaduais e municipais de Saúde. Além disso, a pasta liberou R$ 37,2 milhões, por meio do Fundo Nacional de Saúde, aos fundos dos estados e dos municípios para operacionalização das campanhas.

De acordo com o ministério, a meta foi alcançada no Acre, Amapá, Rondônia, Alagoas, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Goiás. Nos estados onde a imunização foi baixa, a campanha poderá continuar até que a cobertura ideal seja alcançada.

O último caso da doença no país foi registrado em 1989, na Paraíba. Em 1994, o Brasil recebeu da Organização Mundial da Saúde o certificado de eliminação da doença. Embora não haja circulação do vírus em território nacional, este ano, 16 países registraram casos de paralisia infantil e, em três deles, a doença é endêmica: Afeganistão, Nigéria e Paquistão. Para evitar a reintrodução do vírus no Brasil, é fundamental a manutenção da vacinação.

Por Vladimir Ribeiro - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Gerais - Clique Aqui
As últimas | Saúde e Ciência
20/09/2018 | Campanha contra sarampo e poliomielite segue na região
19/09/2018 | É melhor dormir com ou sem meias?
19/09/2018 | Forma de andar mostra os vícios de postura
As mais lidas de Saúde e Ciência
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6193 dias no ar.