NOTÍCIA ANTERIOR
Carnaval do Grande ABC terá R$ 2,2 milhões
PRÓXIMA NOTÍCIA
Shopping ABC oferece atividades radicais nas fériasþ
DATA DA PUBLICAÇÃO 12/01/2011 | Setecidades
ABCD contabiliza cinco mortes em decorrência das chuvas
Em uma semana, o ABCD registrou cinco mortes em decorrência das fortes chuvas de verão. Na madrugada de terça-feira (11/01), a terra voltou a descer no Jardim Zaíra 6, em Mauá, e fez mais duas vitimas fatais. Há uma semana, o bairro já havia sido palco de duas mortes também por deslizamento de terra. A outra vitima desta terça-feira foi um senhor que morava no Jardim Rosina.

Por volta da 1h15 de terça-feira, os moradores foram surpreendidos com o deslizamento de terra que derrubou duas casas e fez duas vitimas fatais. “Uma casa estava localizada logo acima de outra. Quando a de cima veio abaixo, levou o que estava pela frente”, destacou a capitã do Corpo de Bombeiros Cynthia Cicerelli.

Apesar do susto, o pastor Juraci Vieira dos Santos conseguiu retirar um dos cinco filhos que tinha sido soterrado. “Comecei a cavar e vi as mãos de meu filho mais velho. Puxei o mais velho para fora, mas não consegui salvar o mais novo. Não sei de onde busquei forças para tirá-lo de lá, mas não tive a mesma sorte com os dois”, lamentou o pai de Paulo dos Santos. O corpo do adolescente foi encontrado às 7h30.

O corpo do aposentado Marco Antonio Marostecon, 55 anos, só foi localizado depois de 11 horas de buscas. “Não tinha mais esperança de encontrá-lo com vida. Muito tempo se passou desde que a terra desceu. Somente um milagre para que ele estivesse vivo”, disse o genro da vitima, Douglas dos Santos Gaffo.

De acordo com a capitã do Corpo de Bombeiros, o que dificultou a localização do corpo do aposentado foi a quantidade de terra que estava no local. Para auxiliar nas buscas, dois cães farejadores foram usados. “Mais de 40 homens do Corpo de Bombeiros atuaram no bairro. Agora faremos a vistoria, junto com a Defesa Civil, das residências que estão próximas do acidente”, explicou.

Apesar da proximidade dos dois deslizamentos no bairro (cerca de 300 metros), a bombeiro afirmou que é difícil apontar onde será o próximo acidente. “Todas as casas que estão em encostas de morros são consideradas áreas de risco. Com a chuva e o grande volume de água que desce dos morros não é possível saber onde será o próximo deslizamento”, afirmou

Na próxima quinta-feira (13/01), a Prefeitura de Mauá vai disponibilizar alojamento para as famílias atingidas pelos deslizamentos. O abrigo permanecerá instalado por 60 dias e receberá as famílias cadastradas pela Defesa Civil, que ficarão abrigadas até encontrar moradia, que será subsidiada pelo auxílio emergencial para pagamento de aluguel. No abrigo, essas famílias contarão com espaço para descanso e higiene, além de três refeições diárias.

No início da noite desta terça-feira, a Prefeitura de Mauá enviou nota sobre a tragédia das enchentes na cidade. Segue a integra:

A Prefeitura de Mauá disponibilizou nesta terça-feira (11) um abrigo provisório para as famílias que tiveram suas casas interditadas em consequência das chuvas. O espaço funciona na Escola Municipal Herbert de Souza, no Jardim Zaíra.

Também está em final de instalação em Mauá um abrigo no Jardim Zaíra com capacidade para 47 famílias. Os trabalhos estarão concluídos nesta quinta-feira. O abrigo funcionará durante 60 dias e as pessoas terão direito a três refeições diárias, banho e local de descanso.

Nesta terça-feira, a Defesa Civil interditou 28 casas em situação de risco. As famílias receberão da Prefeitura de Mauá um auxílio emergencial para o pagamento de aluguel. A Prefeitura dará todo o atendimento necessário às famílias das vítimas.

Diadema - Em decorrência da chuva da noite de segunda-feira (10/01), a Defesa Civil de Diadema registrou um deslizamento de talude no Bairro Serraria e interditou preventivamente cinco residências. Um muro caiu no Bairro Conceição e foi necessário remover seis famílias, que foram incluídas no Programa Auxílio Aluguel. Também foram registrados um ponto de alagamento no Conceição e outro no Piraporinha. A Defesa Civil realizou os encaminhamentos e orientações necessários para prestar assistência às famílias. Não houve vítimas.

Por Vladimir Ribeiro - ABCD Maior
Assine nosso Feed RSS
Últimas Notícias Setecidades - Clique Aqui
As últimas | Setecidades
25/09/2018 | Acidente na Tibiriçá termina com vítima fatal
25/09/2018 | Santo André quer tombar 150 jazigos de cemitérios municipais
21/09/2018 | Região ganha 13 mil árvores em um ano
As mais lidas de Setecidades
Relação não gerada ainda
As mais lidas no Geral
Relação não gerada ainda
Mauá Virtual
O Guia Virtual da Cidade

Todos os direitos reservados - 2020 - Desde 2003 à 6288 dias no ar.